Cidadeverde.com
Vida Saudável

Sarampo: Vacinação de crianças menores de 5 anos segue até o dia 3 de junho no PI

Imprimir

 

O sarampo é uma doença altamente contagiosa que tem transmissão bem parecida com a Covid-19, onde apenas a vacina garante a imunização. No Piauí, após o surgimento de dois casos suspeitos da doença, as autoridades em saúde reforçam a importância da Campanha de Vacinação contra o Sarampo que acontece em paralelo com a Campanha Nacional de Vacinação contra a Influenza.

Em Teresina, as doses estão disponíveis gratuitamente nas Unidades Básicas de Saúde. Segundo o presidente da Fundação Municipal de Saúde, Gilberto Albuquerque, o momento agora é imunizar as crianças de 6 meses a 5 anos de idade, além dos profissionais de saúde.

"Nesse momento nós temos a faixa etária de 6 meses a 5 anos. Então, essa faixa etária é a que deve ser vacinada de imediato. Portanto, basta procurar as UBSs e a vacinação estará disponível. A meta de Teresina é tingir 85%, que é considerada a meta de segurança, mas vamos trabalhar para vacinar 100% das crianças dessa faixa etária”, disse Gilberto.


Vacinação 

A campanha de vacinação iniciou no dia 4 de abril e segue até o dia 3 de junho. De acordo com a FMS, no próximo sábado (30), 13 UBSs da Zona Norte promovem o Dia D de Vacinação contra a doença.

No Piauí, a intenção é imunizar 74.744 profissionais da saúde e 210.354 crianças que fazem parte do público-alvo. Conforme a Secretaria Estadual de Saúde, o estado não registra casos de sarampo desde 2019.


Baixa imunização

Em 2016, o Brasil recebeu o certificado de país livre da doença pela Organização Panamericana da Saúde, mas perdeu o título em 2019.

A vacina tríplice viral contra o sarampo, caxumba e rubéola registra números de cobertura insuficientes desde 2017. Em 2019, a cobertura vacinal da 1ª dose caiu de 93,12% para 70,52%. Em 2021, o número de pessoas com a 2ª dose para completar a imunização também caiu de 81,55% para 49,31%.


Sintomas

O sarampo é uma doença contagiosa causada por um vírus e a transmissão acontece diretamente de pessoa para pessoa , por meio das secreções do nariz e da boca expelidas ao tossir, respirar ou falar.

Os sintomas são: febre acompanhada de tosse, irritação ns olhos, nariz escorrendo ou entupido e mal-estar intenso. Também podem aparecer outros sinais como manchas vermelhas pelo rosto e corpo.


Tratamento

Não há tratamento específico para o sarampo, mas medicações podem ser administradas para diminuir o desconforto.

Ao surgimento dos primeiros sintomas, as autoridades em saúde orientam buscar atendimento médico, procurando o serviço de saúde mais próximo.

 


Jaqueliny Siqueira com informações do Notícia da Manhã
[email protected]

Imprimir