Cidadeverde.com
Geral

Período chuvoso se aproxima do fim em Teresina, mas se mantém no litoral em menor escala

Imprimir

Foto: Renato Andrade/Cidadeverde.com

O período chuvoso deste ano teve o registro de grandes acumulados em diversos municípios do Piauí e se destacou em relação ao ano passado. Segundo o professor e climatologista Werton Costa, na grande Teresina, as chuvas estão chegando ao fim. Entretanto, no litoral do estado, o quadro chuvoso deve continuar em menor escala. 

“O Piauí é muito original, como ele é um estado bem esticado no sentido Norte-Sul, a gente tem vários momentos da chuva, e o momento da chuva da grande Teresina está chegando ao final, mas isso não quer dizer que no Piauí a chuva pare, há uma tendência de permanência do quadro chuvoso, em menor escala, da faixa Norte, próximo do litoral”, explica o climatologista. 

De acordo com Werton Costa, nos municípios litorâneos as chuvas devem acontecer de forma mais esporádica com pancadas, ou seja, chuva rápida e intensa. Essa fase pós-estacional pode se estender até a primeira quinzena do mês de maio. 

“Essa fase em que reduz a quantidade de nuvem, aumenta o calor, o piauiense está sentido desde março que há um aumento gradativo de temperatura, e a chuva se torna um fenômeno mais esporádico e de menor escala, ou seja, são pancadas, chuva rápida, às vezes intensa em alguns lugares, então essa é a tendência para o período pós-estacional que pode se estender até a primeira quinzena de maio nos municípios litorâneos”, acrescenta. 

Ainda segundo o climatologista, o que justifica a fase pós-estacional da faixa Norte do Piauí é a alta temperatura do Atlântico.  

“Nós estamos observando um fator muito interessante que é o Atlântico quente, então o nosso litoral ele está com a temperatura acima da média e é justamente isso que justifica por exemplo a chuva no alto Longá, esse fluxo de calor faz com que a chuva aconteça no litoral, em Esperantina, em Luzilândia, Batalha e isso vai continuar um pouco no que nós chamamos de fase pós-estacional”, pontua Werton Costa. 

Já em relação ao Sul do Piauí, com a estação já finalizada, as chuvas que podem acontecer também devem ser esporádicas. 

“O Sul tem uma atipicidade, é o primeiro que recebe as chuvas, sobre influência da Amazônia, que replica a umidade do Atlântico, depois ele passa a receber a chuva da Zona de Convergência e ainda algumas chuvinhas que vêm da costa Leste, só que a estação lá está terminada, então o que vier são fatos esporádicos no Sul”, informa o climatologista. 

 

Rebeca Lima
[email protected]

Imprimir