Cidadeverde.com
Geral

Detentos iniciam operação de combate à dengue espaços públicos de Teresina

Imprimir
  • 8.jpeg Renato Andrade / Cidadeverde.com
  • 7.jpeg Renato Andrade / Cidadeverde.com
  • 6.jpeg Renato Andrade / Cidadeverde.com
  • 5.jpeg Renato Andrade / Cidadeverde.com
  • 4.jpeg Renato Andrade / Cidadeverde.com
  • 3.jpeg Renato Andrade / Cidadeverde.com
  • 2.jpeg Renato Andrade / Cidadeverde.com
  • 1.jpeg Renato Andrade / Cidadeverde.com

Um total de 40 reeducandos do Sistema Penitenciário do Piauí iniciaram, nesta segunda-feira (02), o trabalho de capina e limpeza em colégio da rede municipal de Teresina. A ação faz parte de uma Força Tarefa de combate à dengue, zika e chikungunya na capital.

A primeira unidade de ensino contemplada foi escola municipal Roberto Cerqueira Dantas, no bairro Monte Alegre, zona Norte. Na primeira fase da Força-Tarefa de combate à dengue, os internos irão trabalhar em colégios de bairros da região que apresentam a maior incidência de casos. 

“A partir desse momento, inicia a operação com 40 internos em duas frentes de trabalho de 20 pessoas. Todos esses internos receberam capacitação, equipamentos adequados para esse trabalho e nós podemos estender essa quantidade de internos de acordo com a necessidade da Prefeitura”, explica Samuel Andrade, subsecretário de Justiça do Piauí.

Ainda segundo Samuel Andrade, os reeducandos já possuem habilidades nesse tipo de trabalho e estarão supervisionados pela Guarda Civil Municipal e Polícia Penal. 

“É importante destacar para a população, por questões de segurança também, que os internos estarão sendo auxiliados, recebendo toda a escolta da Polícia Penal, auxílio da Guarda Municipal e que eles vão atuar somente nos prédios e espaços públicos. A equipe do Exército Brasileiro, junto com a equipe do Zoonoes, é que vão fazer a visita nas residências”, ressalta o subsecretário de Justiça. 

Além dos internos, o Exército Brasileiro também fará parte dessa força-tarefa. Eles passam por um treinamento na manhã desta segunda, para identificar os focos de dengue nas residências. 

O secretário de Habitação e Desenvolvimento, Edimilson Ferreira, informou que o trabalho deles devem começar amanhã. Inicialmente a previsão de finalização da operação de combate ao mosquito Aedes Aegypti é para o dia 20 de maio, mas essa data pode se prorrogar. 

“A duração, inicialmente prevista até para o dia 20 de maio, provavelmente vamos prorrogar, mesmo que as chuvas cessem, continuará o combate ao mosquito, vamos incorporar a partir de amanhã o Exército que está sendo treinado neste momento pela Zoonoses”, acrescentou Edmilson Ferreira. 

Edmilson Ferreia destacou ainda que o grupo dos reeducandos pode chegar a 300 e que dentro das residências dos moradores, o trabalho será feito pelos agentes de Saúde, CTA e Exército. 

“A equipe pode aumentar até 300 homens, essa é a disposição da Sejus. Dentro das residências, vão entrar o Exército, os agentes de Endemias e o CTA”, ressalta. 

Após o trabalho na escola municipal Roberto Cerqueira Dantas, os reeducandos devem serguir para a Cmei Professora Zélia Calixto, também no bairro Monte Alegre. 

Os próximos centros de educação devem ser definidos pela Fundação Municipal de Saúde seguindo o mapa sanitário do Centro de Zoonoses. 

 

Flash Rebeca Lima
[email protected]

Imprimir