Cidadeverde.com
Picos

Crimes virtuais aumentam em Picos

Imprimir

Os crimes virtuais e/ou cibernéticos têm feito diversas vítimas na cidade de Picos. Com diferentes abordagens, os criminosos levantam informações das vítimas, hackeam as redes sociais e aplicam golpes.

Durante a pandemia, esses tipos de crimes aumentaram consideravelmente. Segundo dados da Central Nacional de Denúncias de Crimes Cibernéticos, em 2020, foram registrados 156.692 casos.

A picoense, Laninha Moama, foi vítima de crime virtual. Ela explica que os criminosos usaram suas redes sociais para aplicar o golpe.

“Eles entraram em contato comigo utilizando o Instagram de um estabelecimento dizendo que eu tinha ganho um almoço. Me informaram que eu precisava enviar um código e eu acabei printando e enviando. Percebi que tinha sido um golpe porque quando tentei entrar na rede eu não conseguia mais entrar. Começaram a divulgar móveis para vendas na minha conta”, disse Laninha Moama.

O delegado que investiga crimes virtuais, José Anchieta, alertou para que as pessoas tenham cuidado com as redes sociais.

“Há bastante tempo estamos alertando as pessoas para que tenham cuidado nas suas relações nas redes sociais. Tem sido muito comum o roubo de contas do WhatsApp, Instagram e isso acontece com auxílio da vítima”, pontuou o delegado.
As orientações da Polícia, é que as pessoas não cliquem em links desconhecidos, não repassar dados pessoais e no caso do Instagram deve ser feita a verificação.

Flash Paula Monize
[email protected]

Imprimir