Cidadeverde.com
Últimas

Foco é reduzir homicídios, afirma delegado da Polícia Federal sobre operações no Norte do Piauí

Imprimir

O delegado Albert Sérvio, da Polícia Federal, afirmou nesta segunda-feira (09) que o foco maior das ações integradas na região Norte do Piauí é a redução na quantidade de homicídios. 

No último final de semana, a Força Tarefa, com a participação da PF, Polícia Civil, Polícia Militar e Polícia Rodoviária Federal, efetuou a prisão de cinco pessoas no município de Cocal, entre elas um homem apontado como líder de uma facção que atua no litoral e o segundo suspeito de participar da morte da empresária Kariane Veras. 

“É uma missão nossa já estabelecida. Existe uma equipe composta de policiais civis, policiais federais, policiais militares, policiais rodoviários federais e policiais penais. Todos esses profissionais compartilham suas informações e trabalham em ambiente único, com o propósito de aumentar a eficácia dos trabalhos, no sentido de identifica essas pessoas e promover as ações que tem que ser promovidas. A nossa ideia é a gente tenha a redução dos homicídios nesse ano de 2022 já como resultado do trabalho da força-tarefa”, destacou o delegado, que atua na delegacia da Polícia Federal em Parnaíba. 

Ainda segundo o delegado, novas operações estão previstas para os próximos meses no litoral do Piauí. A ideia é seguir com a união das forças de segurança para combater à criminalidade.

O ano de 2021 foi marcado por uma onda de violência em Parnaíba e outros municípios da região do litoral. O aumento do número de homicídios é associado pelas forças de segurança à atuação das facções criminosas na região.  

Foto: Polícia Federal

 

A Operação

Os trabalhos da operação foram concentrados no município de Cocal (distante 267 km de Teresina). Além das cinco prisões, os policiais apreenderam armas e munições. 

Participaram da ação 20 policiais que integram a Força Tarefa no litoral do Piauí. 

 

Natanael Souza
[email protected] 

Imprimir