Cidadeverde.com
Geral

Carro é arrastado por trem de carga ao cruzar linha férrea no Centro de Teresina

Imprimir
  • 519f2091-7907-4f92-a965-ff0791d622a7.jpg Renato Andrade/Cidadeverde.com
  • 098d7201-36c9-4921-9c42-af6d03b2622d.jpg Renato Andrade/Cidadeverde.com
  • 84f8ae30-080b-4bc4-939e-5d32c8ee7364.jpg Renato Andrade/Cidadeverde.com
  • df911dd0-064e-4178-856a-6b3c02430dbf.jpg Renato Andrade/Cidadeverde.com
  • a4a81e2b-3c9d-4188-a230-f5ea088e3f5f.jpg Renato Andrade/Cidadeverde.com
  • 89ac9ee0-7637-4090-bbca-27c6e83a0d96.jpg Renato Andrade/Cidadeverde.com
  • 9da4e735-8af4-4245-8269-c6ab61410316.jpg Renato Andrade/Cidadeverde.com

Um veículo de passeio ficou parcialmente destruído após ser atingido por um trem de carga na manhã desta quarta-feira (11), na passagem férrea localizada no cruzamento da Rua Rui Barbosa com a Avenida Miguel Rosa, Centro-Norte de Teresina. O acidente aconteceu por volta das 8h. 

No carro, estava somente a condutora, uma administradora de 37 anos que não sofreu nenhuma lesão. Bastante abalada com o acidente, ela não quis conceder entrevista. O veículo teve a parte lateral, do lado do passageiro, bastante danificada. 

De acordo com o marido da administradora, que também não quis se identificar, ela seguia na Rua Rui Barbosa em direção ao Centro e com o impacto da batida no trem, o carro chegou a ser arrastado por cerca de 100 metros, parando somente do lado do muro do Cemitério São José, no sentido contrário da Rua Rui Barbosa, em direção à zona Norte. 

Ao Cidadeverde.com, o casal reclamou da falta de sinalização no trecho como a ausência de avisos sonoros, cancela e um sinal de trânsito. 

Foto: Renato Andrade/Cidadeverde.com 

Após o acidente, o trem ainda chegou a seguir por cerca de 500 metros até parar nos trilhos, interditando a pista. Um congestionamento chegou a ser registrado nos primeiros momentos após o acidente.

Equipes da Guarda Civil Municipal interditaram as ruas nas proximidades do local e orientaram os motoristas a buscarem rotas alternativas. 

Equipes da Companhia Independente de Policiamento de Trânsito (Ciptran) também estiveram no local para coletar informações sobre a dinâmica do acidente. 

Flash Rebeca Lima
[email protected] 

Imprimir