Cidadeverde.com
Cidades

Carros fumacê voltam a circular em Teresina após falta de inseticida

Imprimir

Foto: FMS

Atualizada às 12h10

Os carros fumacê voltam a circular em Teresina nesta sexta-feira (13), segundo a Fundação Municipal de Sáude (FMS). Os carros estavam parados desde a segunda (09) devido à falta do inseticida Cielo. Em comunicado enviado à reportagem, a FMS diz que o produto foi disponibilizado pela Secretaria Estadual de Saúde no final da manhã de hoje. 

"Com o recebimento do produto reiniciamos ainda hoje pelo Bairro São Pedro o trabalho com o carro fumacê”, disse Paulo Marques, gerente de zoonoses da FMS.

Os bairros São Pedro, Matadouro, São Joaquim, Beira Rio, Extrema, Parque Brasil, Pedra Mole, Piçarreira, Cristo Rei, Parque Universitário e Beira Rio estarão sendo pulverizados nos próximos dias.

Orientação à população

O carro circula, no começo da manhã e no final da tarde, em horários apontados como mais propícios para presença Aedes Aegypti. No momento em que o fumacê estiver na rua, todos devem abrir portas e janelas para que o inseticida dispensado no ar possa circular dentro das casas, eliminando o maior número possível de mosquitos da Dengue.

Conforme o Ministério da Saúde, a utilização do carro fumacê somente é indicada onde existe alto índice de infestação do Aedes aegypti e casos notificados da dengue, zika, chikungunya. De acordo com informações da Diretoria de Vigilância em Saúde municipal, até a presente data, Teresina tem 1.491 casos de dengue confirmados laboratorialmente.

A FMS vem realizando diversas ações para combater o mosquito Aedes aegypti, transmissor da dengue, zika, chikungunya. O apoio da população é fundamental nesse sentido. Cabe a cada morador evitar objetos que acumulam água parada e manter limpos todos os ambientes.

Matéria original

Os carros fumacê estão desde a última segunda-feira, 9 de maio, sem circular em Teresina por causa da falta do inseticida utilizado. A informação foi confirmada pela Gerência de Zoonoses da Fundação Municipal de Saúde (FMS).

Em nota enviada ao Cidadeverde.com, a FMS diz que já solicitou ao governo federal o envio do inseticida Cielo, usado nos veículos, que devem voltar a circular assim que o produto chegar na capital piauiense. 

“O inseticida Cielo é o único autorizado a ser usado nos carros fumacês [...] e sua distribuição é feita somente pelo Governo Federal, que compra o produto e distribui para os Estados, que repassa aos municípios”, diz trecho da nota da FMS. 

Os carros estavam circulando em Teresina desde o início de abril e passavam pelas quatro zonas da cidade pelo menos duas vezes ao dia, uma no começo da manhã e outra no final da tarde, em horários apontados como mais propícios para presença do Aedes Aegypti, mosquito causador da dengue, zika, Chikungunya.

Confira a nota na íntegra 

A Gerência  de Zoonoses da Fundação Municipal de Saúde (FMS) de Teresina informa que os carros fumacês estão temporariamente parados devido à falta do inseticida Cielo, que é disponibilizado pelo Ministério da Saúde. A solicitação do produto já foi feita via Secretaria de Saúde Estadual e assim que o município receber o inseticida colocará para circular novamente os carros fumacês. 

A Zoonoses esclarece ainda que o inseticida Cielo é o único autorizado a ser usado nos carros fumacês, sua fórmula é diferente dos inseticidas encontrados nos supermercados e sua distribuição é feita somente pelo Governo Federal, que compra o produto e distribui para os Estados, que repassa aos municípios.

 

Dengue em Teresina 

Em Teresina, atualmente há 1.294 mil casos de dengue, segundo levantamento realizado pela FMS com dados até 10 de maio de 2022. Até o momento, 6 pessoas morreram vítimas da doença na cidade, de acordo com a Fundação. Há ainda 102 casos de chikungunya e 1 de zika vírus em Teresina. 

 

 

 

Nataniel Lima
[email protected] 

Imprimir