Cidadeverde.com
Últimas

Teresina terá neste sábado (14) mutirão para vacinação e consultas na zona Rural

Imprimir

A Fundação Municipal de Saúde (FMS) realiza neste sábado (14) o primeiro mutirão ItineranTHE no povoado Santa Luz, na zona Rural de Teresina, e ainda tem programação para vacinação contra a covid-19 em três zonas da cidade.

Em relação ao mutirão, serão ofertadas vacinas, sem agendamento, para todos os públicos da campanha para covid, gripe e sarampo. Também serão realizadas consultas em cirurgia geral, cardiologia, urologia e endocrinologia, além de exames de: mamografia, ultrassonografia, eletrocardiograma, testagem para sífilis e HIV em gestantes e exames laboratoriais. 

O atendimento será realizado na UBS do Santa Luz, no horário de 8h às 15h, com expectativa de realização de até 500 exames e consultas.

“Começaremos nesse sábado os mutirões da saúde, iniciando pela zona rural, começando por onde tem o maior número de pessoas e lá vamos estar oferendo todas as vacinas do calendário normal, além da covid, gripe e sarampo, todas estarão sendo oferecidas, na UBS Santa Luz, ali na zona rural, na região do Socopo”, afirmou o presidente da FMS, o médico Gilberto Albuquerque.

Drives-thru

Neste sábado a cidade ainda vai ter três postos drive-thru abertos para vacinação contra a covid-19, nos terminais Parque Piauí, Itararé e Buenos Aires. O horário é de 9h às 17h.

Vacinação nos drives:

  • 1ª e 2ª dose para pessoas de 12 anos e mais;
  • 1º dose de reforço para pessoas de 18 anos e mais;
  • 2ª dose de reforço para pessoas de 40 anos e mais, e trabalhadores da saúde.

O presidente da FMS ainda destacou que a população não deve se preocupar com a vacina, já que os efeitos colaterais são pequenos em comparação aos benefícios. Ele destacou que o fato da pessoa ser ou não praticante de exercício não influencia.

“Algumas pessoas podem ter [algumas reações] sendo atleta, outras podem não ter nada, não sendo atleta, não existe uma previsibilidade. As principais reações são uma dor no local e febre, que pode ser um pico de um ou dois dias não mais que isso. Na verdade a vacina é um bom imunizante, muito seguro, todos aqueles que tiverem a oportunidade devem recebê-la”, destacou.

Drives da próxima semana

A vacinação drive-thru tem continuidade durante a semana, com redução gradativa da idade com direito à 4ª dose da vacina contra a Covid-19.

Os locais serão o CEU Norte e os terminais do Parque Piauí, Zoobotânico, Itararé, Livramento, Buenos Aires e Bela Vista.

Além dos grupos prioritários para 1ª, 2ª e 3ª dose, a partir de segunda-feira (16) passam a ter direito à 4ª dose a população em geral de 30 anos e mais. Por fim, na quinta-feira (19), a idade será ampliada para 18 anos e mais.

Vacinação nas UBS

A vacinação infantil contra a Covid-19 segue sendo realizada nas UBS Buenos Aires, Parque Brasil, Saci, Monte Castelo, Irmã Dulce, Cidade Jardim, Satélite, Alto da Ressurreição e Parque Poti. Nestes locais, serão recebidas todas as crianças de 5 a 11 que precisam tomar primeira ou segunda dose, sem necessidade de agendamento.

As demais UBS receberão os grupos prioritários da vacina da gripe: Crianças de 6 meses a menores de 5 anos (4 anos, 11 meses e 29 dias), trabalhador da saúde, gestantes, puérperas, professores, idosos, pessoas com deficiência permanente e caminhoneiros. Nestes mesmos locais, está sendo feita a vacina contra o sarampo, que é voltada para crianças de 6 meses a menores de 5 anos (independentemente da situação vacinal) e trabalhadores da saúde (neste caso, em caráter de atualização da caderneta).

Para receber a vacina é necessário apresentar um documento de identificação com foto, CPF ou cartão do SUS e o cartão de vacina. Os professores devem ainda apresentar um contracheque atual ou documento que comprove a atividade laboral (últimos 3 meses), expedido pela instituição onde o trabalhador atua, no município de Teresina. Pessoas com comorbidades e deficiência permanente devem apresentar um laudo ou declaração que comprove a comorbidade, com assinatura e carimbo do profissional de saúde.


Bárbara Rodrigues e Déborah Radassi
[email protected]

Imprimir