Cidadeverde.com
Últimas

Por falta de material, paciente denuncia espera de 15 dias para fazer cirurgia no Hospital de Picos

Imprimir

Foto: Ascom/ Governo do Piauí

Na manhã desta sexta-feira (27) a reportagem do cidadeverde.com/picos recebeu a denúncia sobre um suposto caso de negligência hospitalar ocorrida no Justino Luz, em Picos. A família da paciente, Maria Rosimeire Xavier Oliveira, relatou que a mesma esperou 15 dias para passar por um procedimento de cirurgia ortopédica em razão da falta de material e equipamentos dentro da unidade de saúde.

Segundo Maria Eliane da Silva Xavier Oliveira, um acidente automobilístico ocorrido no dia 13 de maio envolvendo a família, atingiu gravemente sua irmã Rosimeire e a mãe que foram socorridas e encaminhadas ao Hospital Regional. 

“Minha mãe teve uma fratura no rosto e na clavícula, minha irmã teve um corte craniano e quebrou a clavícula, a coluna ficou fraturada em três locais. Minha mãe foi operada, porém a minha irmã só foi operada hoje, sexta. Compramos toda a medicação que ela está usando, sempre que procurávamos saber o porque dela não ter passado pela cirurgia era informado de que faltava equipamento, material”, afirmou Maria Eliane da Silva Xavier Oliveira.

Carro envolvido no acidente

Em vídeo, Maria Eliane explica sobre o acidente e a busca pela cirurgia da irmã. Confira!

A família da Maria Rosimeire que denuncia a negligência hospitalar ainda contratou uma assessoria jurídica para atuar no caso. A reportagem do Cidadeverde.com/picos contatou o advogado Samuel Levi Rodrigues Lima, que relatou que na última quinta-feira (26) foi realizada in loco uma visita na unidade de Saúde.

“A família acionou a mim e o advogado parceiro Rozinaldo da Silva que realizou uma visita no Hospital. Foi verificada a situação, conversamos com o chefe do setor que nos informou que a cirurgia dela seria agendada para hoje sexta-feira (27)”, disse o advogado.

Situação dos corredores no Hospital de Picos

Compra de medicamentos
Segundo a família de Maria Rosimeire, os medicamentos que a mesma estava utilizando dentro do Hospital precisaram ser comprados, até mesmo de uso simples como dipirona para aliviar a dor. 

Nota fiscal das medicações compradas

O Hospital

O Cidadeverde.com/picos procurou a assessoria de Comunicação do Hospital Regional de Picos. A paciente Maria Rosimeire Xavier Oliveira foi submetida na manhã desta sexta-feira ao procedimento ortopédico. 

Nota enviada pelo Hospital de Picos

A direção do Hospital Regional Justino Luz esclarece que a paciente Maria Rosemeire Xavier Oliveira vem sendo acompanhado constantemente pela equipe médica da unidade, que também está oferecendo todo atendimento indicado para a melhora de seu quadro de saúde. Porém, com a alta demanda de cirurgias ortopédicas de urgência (fraturas expostas), pacientes internados tiveram suas cirurgias remarcadas e a paciente citada teve sua cirurgia ortopédica realizada na manhã desta sexta-feira, 27 de maio.

O hospital regional Justino Luz é uma unidade de saúde de urgência e emergência -porta aberta- e atende Picos e macrorregião, em torno de 60 municípios que necessitam referenciar seus pacientes para Picos. 

Por ter um fluxo significativo, o hospital implantou o serviço “Eu posso Ajudar” como forma de acolher e manter assistidos todos os que precisam esperar para serem atendidos, pois o atendimento é feito pela classificação de risco.

Como na maioria dos Hospitais no Brasil, aqui também estamos com dificuldades para adquirir Dipirona injetável (usado para aliviar dor e febre), o analgésico não é produzido no Brasil e o custo da importação aumentou, o que dificultou a indústria farmacêutica distribuir o fármaco, mas está sendo substituído por outros analgésicos. 

Reiteramos nosso compromisso e trabalho diuturnamente para oferecer um melhor serviço de saúde para os usuários do Justino Luz.


Paula Monize
[email protected]

Imprimir