Cidadeverde.com
Política

“Temos que respeitar”, diz Rafael sobre apoio de Jeová a Joel Rodrigues

Imprimir

O pré-candidato do PT ao governo, Rafael Fonteles, comentou nesta terça-feira (31) a adesão do presidente da Câmara Municipal de Teresina, Jeová Alencar (Republicanos), à pré-candidatura de Joel Rodrigues (Progressistas) ao Senado, pela chapa da oposição.

Para Rafael, o movimento é natural e deve ter repercussões futuras também nos apoios na disputa pelo governo. 

“Nós temos que respeitar as decisões dos líderes, o caminho que querem seguir. A gente tem que acompanhar os fatos. A gente respeita a decisão de cada líder. No caso, foi um apoio ao pré-candidato Joel ao Senado. Isso deve ter repercussão para o apoio a pré-candidatura ao governo. Mas é um caminho que a gente respeita”, avaliou Rafael. 

O pré-candidato do PT também reagiu às declarações recentes do ministro da Casa Civil, Ciro Nogueira (Progressistas), durante o anúncio da adesão. 

“O que chamou atenção foi o clima cheio de ódio passado pelo ministro da Casa Civil, Ciro Nogueira. A gente vê como realmente essa escola do Bolsonaro é terrível. É muito ódio, muito rancor, da parte do ministro, com relação ao governador Wellington Dias, que é um cidadão muto sereno, muito calmo. Só nos resta realmente é pedir benção de Deus para essa alma angustiada, que vive a colocar esse tom odiento, belicoso, que não combina com o povo piauiense”, disse Rafael Fonteles. 

Plano de governo

Rafael Fonteles também anunciou que deve divulgar a versão final do seu plano de governo na próxima semana. O pré-candidato destacou que o documento está sendo elaborado com a ajuda técnicos de várias áreas. 

Rafael também destacou que entre os eixos principais do documento estão políticas voltadas para a Educação, Segurança Pública e Geração de Emprego e Renda. 

 

 
Natanael Souza
[email protected] 

Imprimir