Cidadeverde.com
Vida Saudável

Chikungunya: Dores nas articulações podem durar meses

Imprimir

 



A chikungunya, doença transmitida pelo mosquito Aedes aegypti, pode causar algumas sequelas nas articulações que podem durar meses. Danos ao cérebro que podem prejudicar a coordenação motora, dor crônica e até deformação nas articulações são alguns dos problemas ocasionados.

De acordo com a reumatologista Joelma Norões, a febre chikungunya é dividida em fases. “A doença começa com a fase mais aguda que dura em torno de 15 dias, onde a pessoa tem a febre, o vermelhidão no corpo, mal estar, sensação de boca amarga e é nesse momento que começa as dores articulares. Alguns pacientes podem melhorar em 15 dias, mas a maioria pode prolongar esses sintomas até 3 meses, onde surge mais intensamente a poliartrite, a inflamação articular. Na chikungunya é característica as dores em mãos, pés, joelhos, ombros e também coluna cervical. Esse é o quadro clássico", disse.

Ainda segundo a especialista, essa é uma doença muito cíclica e migratória e as pessoas sentem dores em regiões distintas. Portanto o tratamento, deve ser feito levando em consideração cada fase e sintoma.

“Na fase aguda que tem febre, a sensação de mal estar e indisposição é orientado os medicamentos mais analgésicos, antitérmicos e, às vezes, medicamentos para náuseas e vômitos. Na fase da artrite é necessário se fazer tratamento semelhante aos feitos para artrites crônicas, não só com o tratamento sintomático com antitérmico", pontua.


 

Jaqueliny Siqueira com informações do Notícia da Manhã
[email protected]

Imprimir