Cidadeverde.com
Últimas

Homem é preso suspeito de cometer assaltos e atirar contra vítima em Picos

Imprimir

Foto: Divulgação/ 4° BPM

Na noite do último sábado (04) um homem de iniciais J. de S. O. foi preso pelo 4° Batalhão de Polícia Militar (4° BPM), suspeito de cometer vários assaltos em Picos. O indivíduo que estava de posse de arma de fogo ainda chegou a efetuar disparo contra vítima.

Segundo o 4° BPM, J. de S. O. teria assaltado clientes em um “espetinho” localizado na Rua Piauí, no bairro Aerolândia. O meliante roubou celulares e o proprietário do estabelecimento ao perceber o fato, ainda jogou uma pedra contra o homem que revidou com um tiro de arma de fogo.

“O proprietário relatou que estava na cozinha do seu estabelecimento e ao sair se deparou com um indivíduo portando uma arma de fogo, que já estava em posse dos celulares de algumas pessoas que estavam no local. O proprietário do estabelecimento jogou uma pedra no conduzido quando este se evadia do local, ocasião em que o mesmo escorregou e se virou efetuando um disparo para trás em sua direção, onde felizmente não o atingiu”, informa o 4° BPM.

O comerciante ainda repassou as características do assaltante à guarnição policial. Durante  as diligências, por volta de 01h15min, foi repassado via rádio pela VTR do CPU que um elemento com as mesmas características, armado de revólver teria praticado outro assalto no bairro Bomba e roubado celulares e um relógio.

Às 02h15min, o elemento com descrição semelhante foi flagrado nas proximidades de um posto de combustíveis, no bairro Bomba. 

“Foi dada voz de parada ao mesmo, este descartou alguns objetos e correu. A Polícia saiu em perseguição ao mesmo, sendo capturado o elemento uns 3 quarteirões a frente. Após a captura do elemento identificado como J. de S. O, retornamos ao local onde o mesmo descartou os objetos. Foi descartado um revólver de calibre .38, municiado com 4 munições intactas, um relógio e 3 celulares”, relata.

Diante dos materiais apreendidos, o suspeito foi conduzido à Central de Flagrantes para adoção dos procedimentos cabíveis.


Paula Monize
[email protected]

Imprimir