Cidadeverde.com
Política

Dr. Pessoa retoma agendas na quinta e membros do Republicanos aguardam reunião

Imprimir

Foto: Arquivo/Cidadeverde.com

O prefeito de Teresina, Dr. Pessoa (Republicanos) vai retomar as agendas administrativas no Palácio da Cidade na quinta-feira (09). A informação foi repassada pelo presidente da Câmara, Jeová Alencar (Republicanos). O encontro vai acontecer na sexta-feira (10) no Hotel Palace, às 15h e deverá ser restrita aos membros.

Jeová Alencar relatou ter conversado com o prefeito na  última terça (07) e confirmado, inclusive, que está mantida a reunião com os membros do Republicanos para o dia 10 de junho. 

“O prefeito já confirmou que estará retornando amanhã [quinta] e que na sexta-feira está mantida a reunião do Republicanos com os pré-candidatos “, destacou. 

No encontro, o grupo quer uma definição sobre o rumo majoritário que vão tomar nas eleições estaduais deste ano. No partido existem pelo menos duas correntes: uma que defende um alinhamento com a base governista, uma que quer migrar de vez para a oposição e uma terceira que defende candidatura própria. 

SAIBA COMO CADA MEMBRO SE POSICIONA 

O vice-prefeito Robert Rios (Republicanos), uma das lideranças de destaque do partido, já definiu que descarta totalmente o apoio ao pré-candidato da oposição Sílvio Mendes. O ex-deputado já falou na possibilidade de lançar uma pré-candidatura ao Senado, após o presidente da Câmara, Jeová Alencar (Republicanos), anunciar apoio para Joel Rodrigues (Progressistas) também pré-candidato a senador. 

Robert Rios tem conversado com membros do Podemos para viabilizar, segundo ele, uma alternativa: “Temos conversando com João Vicente para se for possível construir uma alternativa juntos, seria muito bom. O Republicanos é um partido novo que quer espaço e acho que nós dois podemos caminhar juntos. Mas toda decisão do Republicanos quem bate o martelo é o Dr. Pessoa”, destacou. 

O vereador Antônio José Lira (Republicanos), que seguiu Jeová Alencar no apoio ao pré-candidato da oposição, fez a defesa da opção feita pelo parlamentar. 

“O Republicanos até o momento não tinha um candidato ao Senado e tantos membros já haviam tomado decisão para o governo do estado, estaduais do Republicanos votando em federais de outros partidos. Nós seguimos o Joel Rodrigues e no meu caso segui o Jeová, qual o mal houve nisso?”, questionou Antônio José Lira. 

O vereador Pastor Levino de Jesus, membro “raiz” do partido, disse esperar que os membros encontrem um caminho de convergência na reunião.

“A ideia é convergir, ver o que o Dr. Pessoa vai se pronunciar. Ele é o presidente do partido e vai se movimentar. Eu, particularmente, o que o partido disse eu faço”, disse. 

 

 

Paula Sampaio 
[email protected]

Imprimir