Cidadeverde.com
Geral

Corpo de Bombeiros utilizará aplicativo para combater incêndio durante seca no Piauí

Imprimir

Foto: Divulgação / Governo do Piauí

Com o fim do período chuvoso, vem agora a época mais seca do ano, em que são comuns as altas temperaturas e a baixa umidade do ar. Esses são fatores que influenciam na escassez hídrica e no aumento dos focos de incêndios no Estado. Para tratar estratégias para enfrentamento aos efeitos desses fatores e prevenir as queimadas, a governadora Regina Sousa reuniu, nesta sexta-feira (10), os gestores da Secretaria de Estado do Meio Ambiente (Semar), Secretaria de Governo, Defesa Civil Estadual, Corpo de Bombeiros, Polícia Militar e Agespisa.

No encontro foi discutido o Plano Estadual Integrado das Operações de Combate a Incêndios. De acordo com o comandante do Corpo de Bombeiros Militar do Piauí, cel. José Rêgo, os órgãos envolvidos estão prontos para atuarem no segundo semestre deste ano, época em que o número de ocorrência é maior. “Estamos com as equipes prontas e equipamentos para atuarmos logo que se inicie o período de estiagem para combater os princípios de incêndio que venham a surgir”, comenta o comandante.

O coronel lembra que a corporação está presente nos principais municípios do Estado, como Teresina, Parnaíba, Picos, Floriano, Piripiri e São Raimundo Nonato. Ele adianta que as cidades de Oeiras e Valença em breve vão receber unidades dos Bombeiros. José Rêgo antecipa ainda que Uruçuí, Corrente e Bom Jesus também serão contemplados com equipes da corporação.

O secretário de Estado da Defesa Civil, José Augusto Nunes, chamou atenção para a atuação do Estado que se dá de forma planejada e integrada para permitir a mobilização de forma urgente em caso de ocorrências. “Nós apresentamos o detalhamento do plano e listamos os equipamentos complementares necessários à implementação desse. São instrumentos como carros com capacidade para transporte de água, caminhões tanques; material de uso nos extintores; abafadores e o apoio de uma aeronave”, comentou o gestor.

Aplicativo auxiliará bombeiros

José Augusto informou ainda que o Estado vai adotar o aplicativo desenvolvido pela Defesa Civil nacional que informa os focos de incêndio. “Esperamos estar ainda este mês utilizando essa ferramenta que vai nos ajudar a mobilizar equipes de forma rápida e evitar a propagação dos incêndios e queimadas”, assinalou Nunes.

A governadora Regina Sousa adiantou que o Estado vai comprar alguns equipamentos que serão utilizados nesse trabalho, mas que a principal frente de atuação do plano será a prevenção. A gestora lembra que a ação será em parceria com os municípios, principalmente com a formação de brigadas de incêndios em todos as cidades para que essas possam agir antes que o fogo se alastre, principalmente em regiões de serras.

“Temos que atuar na preparação das pessoas. Sabemos os locais que têm mais incêndio e em que esses ocorrem repetidas vezes no mesmo ano. Então, é um trabalho conjunto. Já começamos com a formação das brigadas em parceria com as prefeituras, com informações e técnicas repassadas pelo Corpo de Bombeiros. Os municípios têm que fazer a prevenção”, exclamou a gestora.

Participaram do encontro, o secretário de Governo, Antônio Neto; o secretário da Semar, Daniel Marçal; o comandante da Polícia Militar, cel. Scheiwann Lopes; e o presidente da Agespisa, Leonardo Sousa.

 

Da Redação
[email protected] 

Imprimir