Cidadeverde.com
Picos

Hospital Regional de Picos registra primeiro óbito por Chikungunya

Imprimir

Foto: Paula Monize/cidadeverde.com/picos

Na manhã desta segunda-feira (13) o Laboratório Central do Piauí (Lacen-PI) confirmou o óbito do adolescente natural de Jaicós-PI, de 14 anos, por Chikungunya. A informação foi revelada ao cidadeverde.com/picos pela Coordenação de Vigilância Epidemiológica de Picos.

O garoto estava internado no Hospital Regional Justino Luz, em Picos, desde 29 de maio. Devido a gravidade do seu quadro de saúde (quadro de cefaleia, vômitos e dor na região cervical) o mesmo faleceu no dia 03 de junho.

O caso vinha sendo investigado desde 06 de junho pelas autoridades de saúde. Uma amostra de material genético do adolescente foi enviada ao Lacen para análise e nesta segunda o resultado positivo para a doença foi divulgado.

 O coordenador de Vigilância Epidemiológica, Robsonclay Viana, explicou que diante da confirmação do óbito o município de Jaicós já foi comunicado.

“O procedimento foi confirmar o município de Jaicós do óbito e enviar o resultado para o Estado para que seja feita a notificação e confirmação para o Ministério da Saúde”, disse Robsonclay Viana.

Vale ressaltar que o adolescente ainda foi sumetido a um teste particular para diagnóstico da doença que também deu positivo. No entanto, como protocolo, uma contra-prova deveria ser apresentada pelo Estado que também deu resultado positivo.

Primeiro óbito por Chikungunya

A morte do adolescente confirmada para Chikungunya é o primeiro óbito registrado no Hospital de Picos e no interior do Piauí. O Piauí não registrava morte pela doença desde 2018. 

O Hospital de Picos também já registrou neste ano o primeiro óbito por dengue hemorrágica. A vítima era uma idosa, de 71 anos, natural de Pio IX que faleceu em 15 de maio. 

Boletim Sesapi


Paula Monize
[email protected]

Imprimir