Cidadeverde.com
Geral

Missa e procissão de Corpus Christi reúnem milhares de fiéis em Teresina

Imprimir
  • missa16.jpg Renato Andrade/Cidadeverde.com
  • missa15.jpg Renato Andrade/Cidadeverde.com
  • missa14.jpg Renato Andrade/Cidadeverde.com
  • missa13.jpg Renato Andrade/Cidadeverde.com
  • missa12.jpg Renato Andrade/Cidadeverde.com
  • missa11.jpg Renato Andrade/Cidadeverde.com
  • missa6.jpg Renato Andrade/Cidadeverde.com
  • missa10.jpg Renato Andrade/Cidadeverde.com
  • missa9.jpg Renato Andrade/Cidadeverde.com
  • missa8.jpg Renato Andrade/Cidadeverde.com
  • missa5.jpg Renato Andrade/Cidadeverde.com
  • missa4.jpg Renato Andrade/Cidadeverde.com
  • missa3.jpg Renato Andrade/Cidadeverde.com
  • missa2.jpg Renato Andrade/Cidadeverde.com
  • missa1.jpg Renato Andrade/Cidadeverde.com
  • missa.jpg Renato Andrade/Cidadeverde.com
  • procisao7.jpg Renato Andrade/Cidadeverde.com
  • procisao6.jpg Renato Andrade/Cidadeverde.com
  • procisao5.jpg Renato Andrade/Cidadeverde.com
  • procisao4.jpg Renato Andrade/Cidadeverde.com
  • procisao3.jpg Renato Andrade/Cidadeverde.com
  • procisao2.jpg Renato Andrade/Cidadeverde.com
  • procisao1.jpg Renato Andrade/Cidadeverde.com

De volta às ruas de Teresina após 2 anos de pandemia, a procissão de Corpus Christi reuniu uma multidão no Centro da capital na tarde desta quinta-feira (16). A tradicional missa aconteceu na Catedral de Nossa Senhora das Dores, na Praça Saraiva. Milhares de fieis e autoridades acompanharam a celebração, como o prefeito Dr. Pessoa.

O padre Kleber Viana, da Catedral Metropolitana, destacou que esse é um momento importante para a cidade de Teresina.

"É um retorno com desabafo, pelo fato de há dois anos não poder celebrar publicamente como estamos fazendo. Agora voltando com tapete, com apresentações para celebrar esse grande dia. A mensagem que Deus nos passa é que não nos abandona, está sempre conosco, a eucaristia é a presença de Deus no meio de nós e estamos aqui, e é assim que olhamos para a eucaristia, com fé e esperança", disse o padre.

O evento contou com vários fiéis, que comemoram a celebração. A musicista Débora Samara, de 54 anos, afirmou que sempre participa da procissão e que esse é um momento de fortalecer ainda mais a sua fé.

"É algo maravilhoso para testemunhar a nossa fé, confiança em um Deus que não abandona o seu povo, saber que ele se apresenta na nossa vida, pois a bondade de Deus é maior que qualquer tempestade, maior que qualquer coisa ruim. Tudo isso vai passar e ele está mostrando isso. A gente tem que confiar nele, mesmo com pandemia, nós estamos aqui confiando nele", afirmou.

Foto: Renato Andrade/Cidadeverde.com

Ela explicou que aproveitou o momento para pedir que a fé em Deus seja fortalecida. "Estou rezando para que as pessoas entendam que a vontade de Deus é o melhor para nossas vidas, não há algo melhor, porque é nela que está a nossa felicidade e ele pensa em nós para a felicidade e não infelicidade. Ele tem um plano para a nossa vida. Eu rezo para toda a humanidade para que entenda que nós precisamos é de Deus", destacou.

O casal Marcos Aurélio e Maria Josélia, decidiu levar os filhos Álvaro, de 11 meses, e Maria Laura, de 3 anos, para a missa e procissão. Eles afirmaram que é importante que desde cedo as crianças iniciem a evangelização.

"Como pais temos esse compromisso, essa missão de não apenas educar daquela forma institucionalizada, mas uma educação de forma integrada, a gente busca vivenciar também esses momentos, pois a gente passa a crer naquilo que a gente vive, então sempre buscamos trazer eles e vivenciar a nossa fé", disse Marcos Aurélio.

Josélia explicou que é importante que os filhos participem das atividades da igreja. "Sempre levamos na missa aos domingos, e desde o nascimento da Maria Laura que levamos para a missa, desde criança para ela participar e com o Álvaro fazemos a mesma coisa, para que na frente possamos dizer que acertamos, que foi o senhor nos conduziu, para criar eles para alcançarem como céu", afirmou.

Flash Bárbara Rodrigues
[email protected]

Imprimir