Cidadeverde.com
Geral

Perseguição termina em troca de tiros e suspeitos presos no Centro de Teresina

Imprimir
  • TIROTEIO_PALACIO_DA_CIDA_(11).jpg Renato Andrade/Cidadeverde.com
  • TIROTEIO_PALACIO_DA_CIDA_(10).jpg Renato Andrade/Cidadeverde.com
  • TIROTEIO_PALACIO_DA_CIDA_(9).jpg Renato Andrade/Cidadeverde.com
  • TIROTEIO_PALACIO_DA_CIDA_(7).jpg Renato Andrade/Cidadeverde.com
  • TIROTEIO_PALACIO_DA_CIDA_(6).jpg Renato Andrade/Cidadeverde.com
  • TIROTEIO_PALACIO_DA_CIDA_(5).jpg Renato Andrade/Cidadeverde.com
  • TIROTEIO_PALACIO_DA_CIDA_(3).jpg Renato Andrade/Cidadeverde.com
  • TIROTEIO_PALACIO_DA_CIDA_(2).jpg Renato Andrade/Cidadeverde.com
  • TIROTEIO_PALACIO_DA_CIDA_(1).jpg Renato Andrade/Cidadeverde.com

Atualizada às 17h30

Morreu na tarde desta quarta-feira (22), Francisco Reginaldo Monteiro Cardoso, de 25 anos. Ele é um, dos dois homens que foram atingidos com disparos de arma de fogo em um bar no município de Timon, no Maranhão.

Uma dupla realizou os disparos no bar contra dois homens, depois fugiu para a cidade de Teresina, onde trocou tiros com a polícia no Centro, quando ocorria uma manifestação. Eles foram presos e duas armas apreendidas.

As vítimas foram encaminhadas para o Hospital de Urgência de Teresina (HUT), mas de acordo com a Polícia Militar, Francisco Reginaldo Monteiro Cardoso, de 25 anos, acabou não resistindo aos ferimentos.

Ele era morador do Parque Piauí, na zona Sul, em Teresina. Não há informações sobre o estado de saúde da segunda vítima. 

Matéria original

Uma perseguição policial terminou em troca de tiros na manhã desta quarta-feira (22) em frente ao Palácio da Cidade, no Centro de Teresina. Dois homens suspeitos de terem praticado duas tentativas de homicídios na cidade de Timon (MA), que estavam em fuga, trocaram tiros com equipes da Polícia Militar do Maranhão e da Polícia Militar do Piauí. 

Os dois homens são suspeitos de duas tentativas de homicídios contra dois homens que estavam em um bar, localizado no bairro Parque Piauí, no município de Timon, no Maranhão.

Após o crime, os dois suspeitos fugiram e acabaram colidindo o carro na ponte da Amizade, que liga Timon a Teresina. Eles abandonaram o veículo, fugiram a pé e foram localizados no Centro de Teresina, em frente ao Palácio da Cidade.

Os suspeitos estavam em um local onde estava ocorrendo uma manifestação dos Sindicato dos Servidores Municipais (Sindserm). Houve troca de tiros, o que gerou correria e um princípio de tumulto. 

Ninguém ficou ferido, e os suspeitos foram presos pelos policiais, com apoio de agentes da Guarda Municipal e seguranças do prefeito Dr. Pessoa. Com a dupla, foram apreendidas duas armas de fogo. 

“Eles abandonaram o veículo e saíram em fuga, com armas na mão, mas conseguimos interceptá-los, com ajuda do pessoal do Piauí e tivemos êxito”, relatou o sargento C. Fernandes, da Polícia Militar do Maranhão. 

Os dois suspeitos foram encaminhados para a Central de Flagrantes de Timon. Não há informações sobre o estado de saúde das vítimas que foram baleadas no bar.

 

 

Paula Sampaio, Bárbara Rodrigues e Tiago Melo
[email protected] 

Imprimir