Cidadeverde.com
Esporte

Grêmio perde chances, empata com CSA e vê ameaçada sua posição no G-4 da Série B

Imprimir

Mesmo tendo criado muitas chances de gols, principalmente no segundo tempo, o Grêmio não conseguiu vencer o CSA, nesta quinta-feira à noite, no estádio Rei Pelé, em Maceió (AL). O empate por 1 a 1 coloca em risco a sua posição dentro do G-4 nesta 14ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série B.

Foto: Lucas Uebel | Grêmio FBPA

Por enquanto, o time gaúcho continua na quarta posição, com 22 pontos, porém, dois apenas na frente do Sport, com 20, e que no sábado vai receber o Brusque na Ilha do Retiro, no Recife. O Grêmio vai ter que torcer para que o time pernambucano não vença, porque os 23 pontos.

Para o CSA este foi seu nono empate em 14 jogos, o segundo sob o comando do técnico Alberto Valentim. Com 15 pontos ocupa a 14ª posição, se mantendo fora da zona de rebaixamento.

O primeiro tempo foi movimentado, com o CSA armado no esquema 4-4-2 pelo técnico Alberto Valentim, em sua estreia em casa, contra o 3-5-3 do Grêmio, de Roger Machado. 

Quem colocou emoção no jogo foi o zagueiro Pedro Geromel que fez um recuo perigoso para o goleiro Gabriel Grando, que não dominou a bola e teve que dividir com Osvaldo dentro da pequena área, aos 11 minutos. A bola foi para escanteio e saiu o gol.

Na cobrança pelo lado direito, Diego Renan tocou curto para Lourenço que levantou na área. Pedro Geromel não alcançou no alto e Geovane apareceu nas suas costas para testar firme para as redes, aos 12 minutos.

Um minuto depois, quase que o time da casa retribuiu a gentileza ao errar na saída de bola. Giva Santos não dominou a bola na frente da área e Lucas Silva bateu forte para Marcelo Carné espalmar para escanteio, numa grande defesa. 

Em seguida, aos 16 minutos. O CSA perdeu a chance de ampliar, após cruzamento rasteiro do lado direito e que ficou de jeito para o chute de Osvaldo. Mesmo de frente, o atacante chutou para fora, perto da trave direita.

Quase o time da casa acabou castigado, aos 22 minutos, quando Diego Souza desviou de cabeça o cruzamento que veio do lado direito e Marcelo Carné se agachou para rebater quase em cima da linha de gol. Outra grande defesa.

Na volta do intervalo, o Grêmio trocou Natã por Campaz, uma demonstração de que seria mais agressivo. O empate saiu bem rápido, aos 42 segundos.

Gabriel Teixeira desceu pelo lado esquerdo e cruzou na pequena área, onde a bola desviou em Wellington Nascimento e encobriu o goleiro Marcelo Carné. 

Do outro lado da pequena área, Janderson apareceu para encostar de chapar a bola para as redes. Tudo igual.

O Grêmio aproveitou o bom momento e alugou o campo defensivo do CSA, que pareceu assustado com o gol de empate e passou a se defender. Além disso, ficou claro a queda de rendimento físico dos alagoanos. O jogo ficou de jeito para os gremistas.

Aos 18 minutos, Diego Souza protegeu a bola pelo lado direito e chutou forte, mas Marcelo Carné saltou e espalmou a escanteio. Aos 23, pelo lado esquerdo, Janderson entrou na área e chutou sem ângulo, quase surpreendendo Carné, que caiu perto da trave e mandou a bola, de novo, para escanteio.

O Grêmio continuou mandando no jogo e levou perigo, de novo, com Diego Souza, aos 34 minutos, quando subiu nas costas do zagueiro e desviou de cabeça, mas para fora. A bola passou perto da trave esquerda.

O minuto de ouro do CSA foi o trigésimo nono. Lucas Barcelos, do bico da área, bateu por cobertura, a bola ganhou efeito e estourou no travessão. Logo em seguida, o mesmo Lucas Barcelos ganha a dividida com Bruno Alves e, dentro da área, chuta forte. Gabriel Grando faz grande defesa e manda a bola para escanteio.

Na recuperação de bola, o Grêmio armou contra-ataque e Campaz invadiu a área, driblou o goleiro e chutou fraco. A bola ia entrar, porém, o zagueiro Lucão aliviou aos 40 minutos. Esta foi a última chance real do jogo.

Pela 15ª rodada, os dois times jogam no início da próxima semana Na segunda-feira, o CSA vai enfrentar o Sampaio Corrêa, em São Luis, no Maranhão, a partir das 20h. Na terça-feira, o Grêmio vai receber o Londrina, a partir das 19h, em Porto Alegre (RS).

Fonte: Estadão Conteúdo

Imprimir