Cidadeverde.com

Amélia Sady Tajra é homenageada pela direção do Hospital São Marcos

Imprimir
  • 1.jpg Renato Andrade/Cidadeverde.com
  • 2.jpg Renato Andrade/Cidadeverde.com
  • 3.jpg Renato Andrade/Cidadeverde.com
  • 4.jpg Renato Andrade/Cidadeverde.com
  • 5.jpg Renato Andrade/Cidadeverde.com
  • 6.jpg Renato Andrade/Cidadeverde.com
  • 7.jpg Renato Andrade/Cidadeverde.com
  • 9.jpg Renato Andrade/Cidadeverde.com
  • 10.jpg Renato Andrade/Cidadeverde.com
  • 11.jpg Renato Andrade/Cidadeverde.com
  • 12.jpg Renato Andrade/Cidadeverde.com
  • 13.jpg Renato Andrade/Cidadeverde.com
  • 14.jpg Renato Andrade/Cidadeverde.com
  • 15.jpg Renato Andrade/Cidadeverde.com

A direção do Hospital São Marcos, em Teresina, prestou homenagem à Amélia Sady Tajra nesta quarta-feira (29), com uma placa na entrada do Ambulatório do único centro de saúde com atendimento oncológico gratuito do Piauí. 

A condecoração é um reconhecimento do gesto do seu filho, Jesus Elias Tajra, que em 1961 doou o terreno para a então Sociedade de Prevenção ao Câncer Ginecológico. Hoje o espaço abriga os serviços ambulatoriais do hospital. 

“Minha mãe era uma mulher de natureza excepcional, uma mulher forte e de muita fé em Deus. Me sinto feliz com essa homenagem, onde a imagem da minha mãe ficará lembrada aqui para sempre”, agradeceu emocionado o empresário, presidente do Grupo Cidade Verde.

Fotos: Renato Andrade/Cidadeverde.com

Durante a solenidade de descerramento da placa, Jesus Elias Tajra lembrou a ocasião de quando foi procurado por Alcenor Almeida, um dos fundadores do Hospital São Marcos, para negociar o terreno onde hoje funciona parte da unidade hospitalar. 

“Eu era proprietário de uma parte deste terreno. Quando ele quis comprar, e eu já sabendo da finalidade, disse que iria doar. Também ajudei com verbas quando fui deputado estadual e federal, para auxiliar a construção e ampliação”, lembrou. 

Diretor-geral do Hospital São Marcos e presidente da Associação Piauiense de Combate ao Câncer Alcenor Almeida (APCC-AA), Gustavo Almeida agradeceu mais uma vez e destacou a importância do gesto da família Sady Tajra.

“Como tratamos 100% do câncer infantil e 98% do câncer adulto, onde não há plano B, esse tipo de ação precisa ser incentivado e valorizado. É por isso que hoje essa família está aqui sendo homenageada”, agradeceu o gestor da unidade.

Por fim, Jesus Elias Tajra destacou o serviço da APCC-AA na administração do Hospital São Marcos na prestação da assistência de referência a pacientes oncológicos não apenas do Piauí, mas de outros estados vizinhos como Maranhão e Pará. 

“Hoje o Hospital São Marcos é um colosso, um projeto conhecido no Brasil inteiro pela sua grandiosidade e pelo serviço de alta relevância e qualidade que tem prestado”, concluiu.

Biografia

Amor e coragem marcam a trajetória de vida de Amélia Sady Tajra. Nascida em 20 de março de 1892, em Zahle, terceira maior cidade do Líbano, mudou-se para o Brasil em 1913, aos 21 anos de idade, acompanhada dos pais e dos irmãos Nagib, Izabel e Miguel.

Ao chegar ao país, fixou residência em Fortaleza, no Ceará. Em 14 de junho de 1913, casa-se com Elias João Tajra, comerciante nascido em Malula, cidade situada a noroeste de Damasco, na Síria, que chegou ao Brasil em 1906 aos 18 anos de idade.

O casal tornou-se um dos pioneiros no comércio do Piauí. Elias João Tajra assumiu importantes papéis no surgimento de entidades de classe, como a Associação Comercial Piauiense. 

Ao todo, o casal teve 13 filhos: Nazaré, Olga, Olinda, Fumia, Vitória, João Elias, Maria, Esmeralda, Nazira, Josélia, Carmélia, Jesus Elias e José Elias.

Breno Moreno
[email protected]

Você pode receber direto no seu WhatsApp as principais notícias do CidadeVerde.com
Siga nas redes sociais