Cidadeverde.com
Últimas

Auxílio Brasil: coordenador explica como receber o benefício

Imprimir

Com cerca de 41.896 famílias na fila de espera para inclusão no Auxílio Brasil no Piauí, o coordenador dos programas de transferência de renda no estado, Roberto Oliveira, esclarece as principais dúvidas para as pessoas que desejam receber o benefício do Governo Federal. 

Ele explica que além de precisar realizar o Cadastro Único em um Centro de Referência da Assistência Social (CRAS) e manter as informações atualizadas, o indivíduo precisa se encaixar no perfil para só então ser incluído na lista de beneficiários do programa.

“As famílias que podem estar participando do Auxílio Brasil precisam ter uma renda de R$ 210 por pessoa. Também temos as famílias consideradas extremamente pobres, que têm uma renda de até R$ 105”, pontua Roberto Oliveira.

Foto: Cidadeverde.com

O gestor ainda enfatiza que mesmo após realizar o Cadastro Único e receber o pagamento do Auxílio Brasil, o beneficiário pode ser excluído do programa. Para evitar que isso aconteça, enfatiza a importância de manter os dados cadastrais sempre atualizados a cada dois anos. 

“Tem gente que passou a receber e aconteceu que dois meses depois perdeu o benefício. Segundo o decreto atual do Auxilio Brasil, estão previstas atualizações e reavaliações mensais dos critérios de participação”, lembra o coordenador.

Recentemente, o Senado aprovou uma Proposta de Emenda à Constituição (PEC) para zerar a fila de espera e pagar, até o final de 2022, um adicional de R$ 200 às famílias beneficiadas pelo programa de transferência de renda. O texto ainda será apreciado na Câmara Federal. 

Apesar disso, Roberto Oliveira acredita que o novo valor não será disponibilizado em julho. “Já estamos próximo do dia 10, a folha de pagamento do Auxílio fecha até o décimo dia útil e depois passa a gerar as operações de liberação de cartão e depósito em conta”, relata.

Breno Moreno
[email protected]

Imprimir