Cidadeverde.com
Política

Não houve retirada de direito, diz vereador sobre projeto aprovado

Imprimir

A Câmara Municipal de Teresina aprovou, nesta terça-feira (5), duas matérias consideradas polêmicas na Casa. Uma delas trata do congelamento de gratificações para aposentados. Para o vereador Edilberto Borges, não houve retirada de direitos.

"Não houve retirada de direito. É a segunda etapa de adequação da reforma da previdência a nível nacional. Aliás, essa reforma teria que ter sido feita ainda lá em 2019. Se esticou na gestão anterior, não fizeram", disse o vereador em entrevista à TV Cidade Verde.

Ainda de acordo com o parlamentar, houve ainda uma adequação à previdência nacional.

"Hoje nós também adequamos à previdência nacional, sob pena de ter complicações. Não houve retirada de direitos", garantiu.

Da Redação
[email protected]

Tags: DuduCâmara
Imprimir