Cidadeverde.com
Vida Saudável

Celulites afetam cerca de 95% das mulheres; veja 6 dicas para reduzi-las

Imprimir

Foto: Freepik

 


A maioria das mulheres tem, mas gostaria de não ter: estamos falando dela, a celulite. De acordo com o guia do Ministério da Saúde sobre patologias, celulite é o nome popular da lipodistrofia ginoide, que é o acúmulo de gordura embaixo da pele. Elas são caracterizadas pelo aspecto ondulado da pele, tipo “casca de laranja”, em algumas áreas do corpo.

As celulites afetam cerca de 95% das mulheres após a puberdade, de todas as etnias, embora seja mais comum entre as de pele branca e raramente é observada em homens, mas pode ocorrer quando houver algum desequilíbrio hormonal.

O guia mostra ainda que a causa da celulite não é plenamente conhecida, mas pouco estudada. No entanto, alguns fatores podem contribuir para o surgimento delas:

– Hereditariedade;

– Problemas circulatórios;

– Alterações hormonais;

– Estilo de vida.


Segundo a nutricionista Dani Borges, a má alimentação com excesso de açúcares e carboidratos, falta de atividade física, tensão emocional e excesso de toxinas no organismo contribuem para o aparecimento delas. Por isso, a especialista revela seis dicas que ajudam a diminuir ou prevení-las.
 

1- Evitar açúcar, fritura, álcool e alimentos processados, ultra processados e industrializados (biscoitos, refrigerantes, embutidos);

2- Praticar musculação e fazer cardio moderado;

3- Beber muita água;

4- Aumentar o consumo de proteínas;

5- Aumentar o consumo de alimentos antioxidantes e de ação anti-inflamatória (gengibre, frutas cítricas, cúrcuma, vegetais, frutas vermelhas, chá verde e cavalinha);

6- Adicionar alimentos fontes de ômega 3 (chia, linhaça, salmão).


Vale lembrar que o mais importante: o principal fator para a melhora da celulite é a dieta, então, conforme a nutricionista, é necessário o acompanhamento profissional para que os resultados sejam satisfatórios.


 

Da Redação
[email protected]

Imprimir