Cidadeverde.com
Entretenimento

Juiz não aceita pedido de Amber Heard pela anulação do processo de Johnny Depp

Imprimir

Foto: Reprodução/Folhapress e Instagram

O juiz do processo envolvendo os atores de Hollywood Johnny Depp e Amber Heard não aceitou o pedido de anulação do processo pedido pela defesa da atriz, que perdeu o caso, tendo de pagar uma indenização de US$ 10 milhões ao ex-marido.

O argumento apresentado pelos advogados de Heard estava centrado na identidade de um dos jurados. O indivíduo identificado nos documentos oficiais como "jurado 15" não nasceu em 1945, como previam os autos, porque foi substituído por seu filho, que tem o mesmo nome e vive na mesma residência que ele.

Apesar disso, segundo o portal especializado TMZ, o juiz do caso não aceitou pôr o veredito sob suspeita, alegando que tal observação poderia ter sido feita antes e que a razão para ela ter sido levantada agora é o resultado do julgamento.

Outra questão apresentada pela defesa de Heard foi a de que os valores indenizatórios contra sua cliente seriam excessivos, mas o apelo também foi ignorado. Em resposta, a equipe jurídica de Depp contestou as alegações de Heard classificando-as como infundadas.

Após uma série de audiências ao longo de mais de seis semanas, a luta judicial entre os dois atores foi motivada por um processo de difamação movido pelo ator após sua ex-mulher escrever um artigo de opinião na qual se dizia vítima de violência domésticas no período em que viveu com ele. O caso se encerrou no mês passado com vitória de Depp.

Fonte: Folhapress

Imprimir