Cidadeverde.com
Política

Regina Sousa defende investigação sobre preço de combustíveis no Piauí

Imprimir

Foto: Renato Andrade/ Cidade Verde

A governadora Regina Sousa (PT) afirmou nesta quarta-feira (13) que o Governo do Estado havia baixado a base de cálculo do valor cobrado pela gasolina para R$ 6,49 desde novembro do ano passado. 

Regina Sousa defendeu que não tem sido arrecado pelo estado o recurso oriundo dos aumentos do combustível a partir deste período. Atualmente, a gasolina está em preço médio de R$ 8. 

“Desde novembro, era R$ 6,49 e agora 4,19%. Baixar mais como? Se o preço era R$ 6,49, quem levou para R$ 8? Quem foi que ficou com essa diferença de R$ 6,49 para R$ 8? Não sei, podem ser as refinarias, mas o estado é que não foi”, disse a governadora. 

Mesmo que não seja a favor da instalação de uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI), Regina Sousa avaliou a necessidade de que seja feita uma investigação para avaliar o aumento do preço na bomba, mesmo que o Imposto sobre Operações relativas à Circulação de Mercadorias (ICMS) no estado estive congelado desde ano passado. 

“Eu acho que CPI é algo muito mais da política e isso não é propício. Agora, uma investigação para esclarecer quem ficou com essa diferença seria bom”, disse. 

A chefe do Executivo também comentou recentes declarações dadas por representantes de postos de gasolina e disse que a população foi enganada. 

“Hoje os donos de postos falaram a verdade, eu achava que iria cair mais de R$ 1 e os postos estão dizendo que será somente 0,60 centavos. As pessoas estão esperando muito mais. Desde novembro que nós baixamos os impostos, não estamos cobrando sob esse preço que está na bomba. A cobrança da gasolina estamos cobrando a R$ 6,49 e diesel R$ 4,85. Não eram os governos os culpados por essa história. Agora, elegeram e resolveram fazer a propaganda e a população engoliu, mas agora vai ver. Se o preço do petróleo subir amanhã a gasolina sobe também”, destacou. 

As declarações da governadora foram dadas durante solenidade de assinatura de decreto para implantação de um Plano Nacional de Redução de Mortes e Lesões no Trânsito no Piauí. 

 

Paula Sampaio 
[email protected]

Imprimir