Cidadeverde.com
Política

Vereadora Elzuila Calisto discute políticas públicas LGBTQIA+ em Teresina

Imprimir

Foto: Divulgação

A vereadora Elzuila Calisto (PT) realizou um encontro, na noite de quinta-feira (21), com representantes da comunidade LGBTQIA+ para discutir políticas públicas voltadas ao público. A parlamentar apresentou e ouviu sugestões que possam acrescentar à causa.

Elzuila Calisto falou da importância da abordagem do tema no legislativo. “É importante termos no legislativo alguém que seja, no mínimo, empático à causa e, principalmente, tenha consciência de que são necessárias ações que evitem a desqualificação e o preconceito em relação a alguém por conta da sua orientação sexual ou identidade de gênero. As portas do nosso gabinete estão sempre abertas e nosso apoio à comunidade é publicamente declarado”, disse. 

A vereadora ainda pontuou a necessidade de avançar nas políticas de saúde, educação e cultura, trabalho emprego e renda, visibilidade da pauta e combate à violência, todas voltadas ao público LGBTQIA+. “Sabemos das dificuldades enfrentadas por simplesmente serem quem são e das perdas de direitos identitários após o ingresso de um presidente que condena a comunidade, mas não podemos ceder à um sistema pratiarcalista e excludente. A luta estará sempre viva e vamos dar passos cada vez maiores para a conquista dos direitos”, acrescentou Elzuila. 

Leonna Osternes, coordenadora do Fórum Nacional de Travestis e Transsexuais Negras e Negros, deu destaque à falta de oportunidades ao público. “Somos a classe mais discriminada só por sermos o que somos. Se muitas travestis e transsexuais ainda estão na prostituição é por falta de oportunidades de emprego. Poucas tiveram a chance que tive, sou a primeira trans do quadro de funcionários de uma empresa de prestação de serviços e tenho convicção de que o mérito o meu. Assim como eu, todas são capazes de exercer qualquer função no mercado de trabalho”, afirmou. 

Na ocasião, Elzuila recebeu uma carta-proposta, que aponta três sugestões prioritárias: ampliação e fortalecimento de estrutura e gestão voltada para as políticas públicas LGBTQIA+; criação de um programa estadual para executar ações de promoção de direitos humanos da comunidade e enfrentamento da discriminação; fortalecimento dos níveis de média e alta complexidade dos serviços ofertados pelo Ambulatório da Saúde Integral da População de Travestis e Transsexuais. 

Também participaram do encontro o deputado federal Merlong Solano (PT), o coordenador do Centro de Capacitação do Dirceu Arcoverde, Dymas Keyder, e o presidente do Sindicato dos Bancários e ex-vereador, Odaly Medeiros.

 

Paula Sampaio
[email protected]

 

Imprimir