Cidadeverde.com
Geral

Operação contra Dengue já visitou cerca de 700 mil imóveis em Teresina

Imprimir

Fotos: PMT

Agentes do Centro de Controle de Zoonoses, efetivos do Exército e reeducandos do regime semiaberto do sistema prisional da Secretaria Estadual de Justiça (SEJUS) já visitaram, até o momento, mais de 698 mil imóveis onde foram eliminados e tratados mais de 300 mil unidades.

Dando continuidade a Operação de Combate à Dengue/Chikungunya, está sendo realizado hoje (22) o “Dia D de combate à Dengue no Povoado Dois Irmãos, zona Rural Norte de Teresina.

A ação faz parte da operação integrada de vários órgãos municipais que desde o início de março deste ano estão em campo atuando em toda a capital com objetivo de combater o mosquito Aedes aegypti, transmissor da dengue, zika e chikungunya.

Um total de 24 reeducandos da SEJUS continuam atuando na limpeza das escolas públicas. Nesse momento eles estão visitados as unidades da zona Leste de Teresina.

“A operação vem intensificando suas ações na capital e zona Rural para reduzirmos o número de casos e continuamos contando com a colaboração da população”, ressaltou Edmilson Ferreira Secretário de Desenvolvimento Urbano e Habitação (Semduh) que coordena a Operação de Combate à Dengue.

Somente neste mês de julho, até o momento, foram visitados por agentes de endemias da Zoonoses e militares do 25°BC mais de 23 mil imóveis distribuídos em 11 bairros da capital. Na zona Rural o trabalho também vem se intensificando, já foram visitadas várias localidades como por exemplo, a região da Usina Santana.

“A população tem entendido nossa mensagem sobre as formas de prevenções contra a dengue, principalmente, contra o mosquito transmissor. A melhor forma de combater o mosquito é por meio de medidas simples e eficazes, a exemplo, não deixar água parada, onde elimina a possibilidade de proliferação do mosquito”, reforçou o coronel Edvaldo Marques, secretário da Saad Rural.

Parcerias 

A prefeitura de Teresina, por meio do Centro de Controle de Zoonoses, realizou uma série de treinamentos para os soldados do Exército Brasileiro com objetivo de identificar focos do mosquito Aedes Aegypti.

Denúncias relativas a terrenos baldios que podem ter foco de dengue devem ser feitas às Superintendências de Ações Administrativas Descentralizadas (SAADs), pessoalmente em cada SAAD ou através dos contatos: 86 3215-7462 (Norte), 3215-7661 (Sul), 3215-7856 (Sudeste), 3215-7877 (Leste) e 3215-7462 (Centro).

 

Da Redação
[email protected]

Imprimir