Cidadeverde.com
Geral

Após seis homicídios em 48h, forças de Segurança se reúnem para discutir ações

Imprimir

Membros da cúpula de Segurança Pública do estado do Piauí estiveram reunidos nesta terça-feira (26) para tratar sobre os recentes casos de homicídios registrados em Teresina durante o último final de semana. Entre sexta e sábado, foram seis casos registrados na capital, sendo dois duplos homicídios

Participaram da reunião o comandante da Polícia Militar do Piauí, coronel Scheiwann Lopes, o delegado geral da Polícia Civil, Luccy Keiko, o coordenador do Greco, delegado Tales Gomes, o comandante do Bope, coronel James Sean, e o coordenador geral do Departamento de Homicídios e Proteção a Pessoa (DHPP), delegado Francisco Baretta.

O delegado geral Luccy Keiko conversou com o Cidadeverde.com e explicou que essa reunião aconteceu ordinariamente e que, devido aos homicídios do final de semana, precisou ser antecipada para que as polícias verificassem como andam as investigações. 

“As investigações estão muito bem adiantadas, muito bem conduzidas. Acredito que a gente vá conseguir a elucidação plena desses últimos crimes”, frisou o delegado geral. 

Luccy Keiko destacou ainda que apesar de ter sido registrado cinco homicídios, não acredita que a cidade esteja enfrentando um aumento de casos. Para o delegado, as mortes foram um ponto fora da curva sobre o que vem acontecendo na cidade. 

Foto: Renato Andrade / Cidadeverde.com 

“Vou lhes dar alguns dados: aqui, no primeiro trimestre, estava com 21% de aumento de morte. Quando passou para o de segundo trimestre abril, maio e junho nós já tivemos foi redução. Nós conseguimos reduzir comparado ao mesmo período do ano passado. A primeira quinzena de julho também estava muito boa”, destacou o delegado. 

Com base nesses dados, o delegado geral alegou que as mortes ocorreram principalmente por briga entre facções.

“Nós temos áreas muito boas aqui em Teresina. Realmente o que ocorreu no Parque Universitário e alguns outros lugares foram casos pontuais, não tenho dúvidas. São decorrências da guerra dessa briga de facções. E não tenho muito o que fazer a não ser identificar os autores e prendê-los”, completou o delegado Luccy Keiko. 

O comandante geral da Polícia Militar do Piauí, coronel Scheiwann Lopes, reforçou a hipótese do delegado Lucy Keiko de que a série de homicídios em Teresina foi algo pontual e fora da curva. 

“O que aconteceu neste final de semana foi uma questão fora da curva. Uma briga por território de facções, mas que já estão sendo adotadas as medidas. Estivemos aqui para entender esses fenômenos pontuais fora da curva, mas as providências estão sendo tomadas”, ressaltou o coronel Scheiwann Lopes ao destacar que a visita ao DHPP também teve como propósito realinhar as estratégias e ações para que a Polícia no Piauí possa produzir resultados positivos para melhorar a segurança pública no estado. 

Sobre os homicídios na capital, o delegado Francisco Costa, o Barretta, coordenador do DHPP, destacou que a equipe do Departamento de Homicídios já tem indícios das autorias dos homicídios e que logo dará uma resposta à sociedade. 

Foto: Renato Andrade / Cidadeverde.com 

“Lugar de bandido é na cadeia. Estamos aqui para dar segurança ao cidadão de bem.. Acredito que nós temos problemas sim, mas o problema não é tanto só da polícia e da lei. Precisamos agir em toda a esfera. Temos que andar juntos porque senão o trabalho fica coxo. E a sociedade é quem sofre”, completou o Baretta.

Homicídios em Teresina 

Pelo menos seis homicídios foram registrados em Teresina no final de semana.

O primeiro homicídio, registrado na tarde de sexta-feira, teve como vítima Marcos Vinícius, de 23 anos, no Parque Universitário, zona Leste de Teresina. O jovem foi seguido por três homens que o espancaram e alvejaram com três disparos de arma de fogo.

A segunda ocorrência aconteceu no bairro Parque Universitário, zona Leste de Teresina. Indivíduos armados invadiram uma residência e executaram dois homens a tiros na tarde de sábado (23). 

A terceira ocorrência aconteceu na zona Norte de Teresina, no bairro Parque Alvorada, onde um jovem identificado como Franklin Wesley, 23 anos, foi perseguido por homens que estavam em uma caminhonete e alvejaram a vítima. 

Já a quarta ocorrência registrada em Teresina aconteceu no bairro São Pedro, quando um jovem identificado como Jamilton foi morto a tiros e o comparsa do assassino morto pela mãe da vítima a facadas.

 

 

Nataniel Lima
[email protected]

Imprimir