Cidadeverde.com
Vida Saudável

Aumenta o número de jovens vítimas de doenças causadas pelo tabagismo

Imprimir

 

Foto: Agência Brasil

 

Cigarro comum, narguilé e cigarro eletrônico são extremamente prejudiciais à saúde em sua totalidade, mas os danos à saúde cardiovascular causados pelo uso do cigarro tem sido cada vez mais relatados por pessoas jovens. É o que relata o cardiologista Ricardo Nogueira. Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), o mundo apresenta, anualmente, 40 milhões de novos jovens fumantes entre 13 e 15 anos.

“É muito frequente no consultório do cardiologista os casos de pacientes jovens, com menos de 40 anos que chegam a enfartar e o único fator de risco identificado é o tabagismo”, afirma o médico.

Segundo o cardiologista, são pacientes que não tem histórico familiar, não sofrem de diabetes, não sofrem de nenhuma outra comorbidade, não possuem nenhum fator para doença cardiovascular, mas fumam. O fumo pode causar cerca de 50 tipos de doenças.   

Uma situação que preocupa os especialistas é o aumento do uso do cigarro eletrônico, que foi um instrumento utilizado para as pessoas deixarem de fumar, mas que agora tem sido usado como cigarro convencional.

O coração é um dos órgãos mais atingidos pelas 4.700 substâncias tóxicas existentes no cigarro. O médico lembra que o uso do cigarro eletrônico é tão prejudicial à saúde quanto qualquer outro tipo de cigarro.

“Aumenta, também, o risco de doenças cardiovasculares”, acrescenta Ricardo Nogueira, lembrando que o tabagismo reduz em onze anos a expectativa de vida da mulher e em 12 anos a expectativa de vida dos homens. Entre as doenças causadas pelo fumo estão a angina; infarto agudo do miocárdio; hipertensão arterial; aneurismas; acidente vascular cerebral e tromboses.

 

Da Redação
[email protected]

Imprimir