Cidadeverde.com
Política

Pelo menos 11 vereadores vão assinar requerimento para instaurar CPI da FMS

Imprimir

Foto: Arquivo Cidade Verde

Os vereadores de Teresina se articulam para instaurar uma Comissão de Inquérito Parlamentar (CPI) para investigar a Fundação Municipal de Saúde (FMS) devido à falta de insumos em hospitais da capital. O documento já conta com o compromisso de assinatura de pelo menos 11 vereadores. 

Para ser instaurada, uma CPI precisa apenas de 10 assinaturas.

Os vereadores chamaram o presidente da FMS, Gilberto Albuquerque, à Casa na próxima quinta-feira (18) para prestar esclarecimentos sobre a falta de soros fisiológico, glicosado e ringer lactato. 

A reunião foi intermediada pelo líder do prefeito Antônio José Lira (Republicanos) e acontecerá em forma de convite, à princípio. 

Os vereadores querem saber, principalmente, se há um planejamento por parte da FMS para lidar com a falta de insumos nacional que influencia no desabastecimento na capital. 

Mas, adiante a questão da falta de insumos, a insatisfação político-administrativa com a gestão do Gilberto Albuquerque na FMS também perpassa a movimentação dos vereadores.

Procurado pelo portal Cidade Verde, Gilberto Albuquerque, pontuou já estar ciente sobre o convite dos vereadores e comentou sobre a possibilidade de um inquérito. 

“Nada de CPI, as informações que divulguei sobre a falta de insumos para fabricarão de medicamentos e etc. Eles querem ouvir à presidência”, disse. 


Paula Sampaio 
[email protected]

Imprimir