Cidadeverde.com
Política

Janones: esquerda precisa mudar postura nas redes e 'conversar com os operários'

Imprimir

Foto: Divulgação/ Câmara dos deputados

Após desistir da corrida presidencial para apoiar Luiz Inácio Lula da Silva (PT), o deputado federal André Janones (Avante-MG) usou as redes sociais para dizer que a esquerda deve mudar a linguagem para "conversar com os operários".

"Diferença entre Lula e Bolsonaro cai de 18 pra 9, com apenas 2 dias de auxílio em R$ 600,00. Ou a esquerda senta no chão da fábrica pra conversar com os operários ou já era. Detalhe: o chão da fábrica atualmente, são as redes sociais, em especial o Facebook", publicou Janones em uma rede social.

O deputado fez referência à pesquisa Genial/Quaest, divulgada nesta semana. Em Minas Gerais, Lula tem 42%, ante 33% de Bolsonaro. A pesquisa anterior apontava Lula com 46% e Bolsonaro, com 28%. Minas é o segundo maior colégio eleitoral do País, com 10,41% dos votos do País.

Em outra publicação, o deputado argumentou que o PT deveria parar de usar alguns termos, como "renda mínima", e substituí-los por uma linguagem mais popular.

O parlamentar, que é conhecido pela sua presença marcante nas redes, acredita que o petista poderá ganhar mais notoriedade se conseguir se posicionar melhor no meio digital, um campo que Bolsonaro e sua base têm forte presença. Para Janones, o petista pode "esmagar" opositores quando passar a se dedicar, de fato, a estar presente nas redes sociais.

"Bolsonaro só domina aqui ainda, porque Lula não veio de fato pra cá, quando vier, esmagará a Bolsonaro, a mim, e a todos que se acham gigantes nas redes", disse o ex-candidato.

"Não existe maior na rede ou nas ruas, maior é maior, Lula é o maior líder político deste país, e sabe conversar com o povo como ninguém", disse.

Fonte: Estadão Conteúdo

Imprimir