Cidadeverde.com
Geral

Batalhão de Polícia Ambiental ganha nova sede e reforça ações no Piauí

Imprimir
  • d6a7f6ba-99b3-4e09-b977-0ae5c19ba7dd.jpg Paulo Barros/Ccom
  • bff59cd9-8697-4acb-b1e9-99a61e88eb4e.jpg Paulo Barros/Ccom
  • bd29a028-b97e-427f-b329-6b44b0e9d11e.jpg Paulo Barros/Ccom
  • a7042218-635e-4b55-8be0-22888602454c.jpg Paulo Barros/Ccom
  • 18142e5a-aee0-4580-9bf6-4771ecc22455.jpg Paulo Barros/Ccom
  • 58ae4e8d-902a-4ec6-9afc-7ce61773960d.jpg Paulo Barros/Ccom
  • 7e077fcd-90bf-4698-863f-11386579cb95.jpg Paulo Barros/Ccom

 

 

A governadora Regina Sousa (PT) inaugurou na manhã desta quarta-feira (24) a nova sede do Batalhão Ambiental da Polícia Militar do Piauí, no Bioparque Zoobotânico, zona Leste de Teresina. No evento, também foi realizado o lançamento do ciclopoliciamento do local. A solenidade marcou o aniversário de 28 anos de criação do BPA. 

Segundo o comandante do Batalhão Ambiental, o tenente-coronel Carlos Teixeira, a corporação ganhou duas novas motocicletas e fardamento, passando a contar com uma estrutura de quatro viaturas e duas motocicletas. Para ele, o grupo tem agora uma base moderna, que favorecerá o desempenho do trabalho dos policiais.

“Hoje o Batalhão recebe uma sede nova sede, recebeu equipamentos novos, motocicletas, bicicletas, fardamento. Isso repercute no sentido de melhorar a modalidade trabalho, atuando não só em Teresina, mais em todo o estado do Piauí”, destacou.

O comandante avaliou que os investimentos tem repercutido na prática. 

“Desde que batalhão se instalou no interior do parque Zoobotânico, há mais de um ano, não há nenhum registro de ocorrência policial. Isso significa que é um local seguro para a população visitar, contemplar o meio ambiente “, relatou. 

Foto: Renato Andrade/Cidadeverde.com 

No total, nos últimos três anos o batalhão atendeu 12,2 mil ocorrências; apreendeu 10,6 mil aves; resgatou 4,3 mil animais; realizou 3 mil comunicações de ocorrência policial (Cops); e lavrou 944 termos circunstanciados de ocorrência (TCO’s) por crimes de menor potencial ofensivo.

“As ocorrências em Teresina são sazonais pelas razões mais diversas, no inverno tem muito resgate de animais em razão das chuvas, e no BR-O-BRO, no período seco, as queimadas serão aquelas mais acionadas”, pontuou. 

Foto: Renato Andrade/Cidadeverde.com 

O comandante ainda pontuou que o Batalhão Ambiental tem reforçado a integração com o Corpo de Bombeiros e Delegacia Ambiental para coibir a modalidade destes crimes e revelou que equipes serão deslocadas na quinta-feira (25) para uma ação da Operação Bioma na região de Valença e Floriano. 

“Existe a Operação Bioma, que ocorre desde ano passado, amanhã mesmo tem uma equipe que vai para a região de Valença e Floriano, pois há indícios que está ocorrendo algumas queimadas”, pontuou. 

 

Flash Paula Sampaio 
[email protected] 

Imprimir