Cidadeverde.com
Vida Saudável

Deixar o bebê de barriga para baixo fortalece a musculatura e estimula o desenvolvimento motor

Imprimir

Foto: Freepik

As etapas do crescimento infantil podem ser acompanhadas com os registros da Caderneta da Criança. Essas anotações auxiliam trabalhadores de saúde e responsáveis a identificar precocemente possíveis problemas no desenvolvimento do bebê, permitindo que o apoio necessário seja oferecido mais rápido.

Entre as práticas recomendadas para o fortalecimento da musculatura da criança está o Tummy Time (hora da barriga, em português), que consiste em colocar o bebê de barriga para baixo por um tempo e sob supervisão dos responsáveis.

Conheça algumas orientações sobre como estimular o Tummy Time:

Do nascimento aos 2 meses de idade, o Tummy Time pode ser iniciado, deitando a criança de barriga para baixo e chamando a atenção com brinquedos, pronunciando o nome do bebê e estimulando a levantar a cabeça. Mostrar objetos coloridos a uma distância de mais ou menos 30 centímetros dos olhos da criança, movendo-os para cima, para baixo e para os lados também é uma boa dica.

Olhar nos olhos do bebê quando estiver falando vai instigá-lo a erguer a cabeça. O Tummy Time fortalece os músculos do pescoço, braços, pernas e abdômen, já que se esforçam para observar o que acontece ao seu redor. A prática é benéfica, recomendada por profissionais de saúde e contribui para as demais fases do desenvolvimento, como sentar, engatinhar e andar.

No início, é normal que a prática seja um pouco desconfortável. Por isso, recomenda-se posicionar a criança por poucos minutos até que ela acostume. Escolha momentos em que a criança esteja descansada e de bom humor. Dessa forma, a experiência será positiva e agradável.

É recomendado colocar o bebê sobre alguma base mais grossa, como tapetes emborrachados ou forro que fique firme no chão para facilitar os movimentos.

Todo o acompanhamento do desenvolvimento do bebê precisa ser avaliado por um profissional de saúde e registrado na Caderneta da Criança. Nela, constam orientações, dicas e um cronograma detalhado sobre as etapas do crescimento infantil.

 


Da Redação
[email protected] 

Imprimir