Cidadeverde.com
Esporte

São Paulo esbarra em milagres de Fernando Miguel e perde do Fortaleza no Morumbi

Imprimir

O São Paulo criou chances para evitar uma derrota diante do Fortaleza no Morumbi, mas esbarrou, em todos os momentos, em uma memorável atuação do goleiro Fernando Miguel. Foram pelo menos três defesas difíceis. 

Foto - São Paulo Futebol Clube - Divulgação

Com isso, o time cearense venceu por 1 a 0 jogo válido pela 24ª rodada do Campeonato Brasileiro, neste domingo.

Foi a segunda derrota seguida do São Paulo em casa. Na quarta-feira, o time perdeu para o Flamengo pela Copa do Brasil. Neste domingo, parte da torcida vaiou a equipe de Rogério Ceni.

A derrota evidencia as irregularidades da campanha do time de Rogério Ceni e projeta dificuldades na reta final. O São Paulo só ganhou duas das últimas 11 partidas do torneio. 

Agora, a distância para a zona do rebaixamento já preocupa a torcida. A alternativa para "salvar" a temporada é a Copa Sul-Americana. Na quinta-feira, o time enfrenta o Atlético-GO na primeira partida das semifinais.

O Fortaleza vive momento oposto, com cinco vitórias seguidas no torneio nacional. No confronto direto com o São Paulo, os cearenses não perdem há seis jogos (3 vitórias e 3 empates). O último triunfo do São Paulo sobre o Fortaleza foi em novembro de 2020.

No início do jogo, o São Paulo teve muitas dificuldades para furar o bloqueio do Fortaleza, um time compacto, com as linhas de marcação bem próximas e que preenche bem os espaços. 

Faltava criatividade para transformar o domínio da bola em chances claras. Faltava o drible. Com tudo fechado no meio, as poucas chances nasceram pelos lados, como um chute de Wellington que Fernando Miguel defendeu aos 21. Muito pouco para quem precisa subir na tabela.

O time cearense abriu o placar exatamente porque foi mais criativo. Moisés avançou pela esquerda e cruzou rasteiro para Juninho Capixaba bater firme. Falha da defesa que não acompanhou toda a movimentação. Mérito maior do visitante que criou uma bela jogada pelo lado do campo.

Só depois da desvantagem o São Paulo acelerou o jogo, principalmente pela pressão da torcida. As chances, no entanto, foram isoladas. Aos 31, Nestor finalizou no canto, Fernando Miguel espalmou e Welington acertou uma pancada no travessão.

O goleiro Fernando Miguel fez três milagres para evitar o empate O primeiro foi numa cabeçada de Galoppo que o goleiro pegou no reflexo aos 38. O segundo lance, ainda mais impressionante, aconteceu aos 8 do segundo tempo. Na pequena área, ele conseguiu interceptar finalização de Calleri na pequena área. 

E, aos 28 da etapa final, outra defesa difícil após cabeçada de Luciano no chão. As três defesas ajudam a explicar porque o time cearense não levou gols nos últimos seis jogos e está em ascensão no Brasileirão.

Mas os atacantes, especialmente Calleri, perderam gols que não podem perder. Principalmente neste momento do torneio.

Fonte: Estadão Conteúdo

Imprimir