Cidadeverde.com
Política

Ciro Nogueira anuncia adesão de Gessivaldo e Fábio Sérvio à oposição

Imprimir
  • 10.jpg Ascom/PP
  • 09.jpg Ascom/PP
  • 08.jpg Ascom/PP
  • 07.jpg Ascom/PP
  • 06.jpg Ascom/PP
  • 05.jpg Ascom/PP
  • 04.jpg Ascom/PP
  • 03.jpg Ascom/PP
  • 02.jpg Ascom/PP
  • 01.jpg Ascom/PP

O ministro da Casa Civil, Ciro Nogueira (Progressistas), anunciou nesta segunda-feira (29) a adesão deputado Gessivaldo Isaías (Republicanos) à campanha do candidato Silvio Mendes (União Brasil) e o apoio do ex-candidato a senador Fábio Sérvio a Joel Rodrigues (Progressistas). 

Ciro Nogueira chegou em uma van com os candidatos no evento que aconteceu na sede do Progressistas em Teresina. Também foram anunciados o apoio do candidato Gutemberg Rocha (MDB), da candidata a deputada federal, Ana Fidelis (Republicanos), do prefeito de Marcos Parente, Gedison Alves Rodrigues (MDB), da vice-prefeita Jucilene e da vereadora Noélia.

Fábio Servio abriu mão da própria candidatura ao Senado para marchar com a oposição liderada por Ciro Nogueira. Em entrevista ao portal Cidade Verde, ele explicou que pesou na decisão o projeto político que tem em oposição ao governo de Wellington Dias (PT), também candidato ao Senado. 

“Não é um recuo é um avanço para a oposição, para um projeto maior. E que seja um sinal de que quando a gente precisa fazer algo maior, uma transformação maior, tem que abrir mão da gente em função de um projeto maior, e o meu projeto sempre passou pela substituição... Pelo Wellington Dias entender que já passou”, destacou.  

Fábio Servio também revelou ter conversado no sábado (27) com a candidata Gessy Fonseca (PSC) sobre a desistência e disse que ela recebeu a informação com tristeza. A candidata é aguardada no palanque de Sílvio mendes por coordenadores da campanha que avaliam ser questão de tempo a debandada da empresária. 

“Ela sabe que conta comigo, vou caminhar com ela, assim como vou marchar com Joel. No final, somos todos da oposição”, destacou.

GESSIVALDO DISSE QUE OUVIU BASES

O deputado Gessivaldo Isaias (Republicanos), que estava na base governista, aderiu ao candidato Sílvio Mendes. O parlamentar explicou ter tomado a decisão a pedido das bases eleitorais. 

“Estou acompanhando aquilo que minha base eleitoral decidiu 80% da minha base pediu que eu apoiasse o Dr. Sílvio Mendes”, pontuou. “Não conversei com Rafael Fonteles, porque tenho que ouvir os meus eleitores, tenho que decidir o que eles decidirem”, pontuou. 

Gessivaldo Isaias pontuou que ainda está conversando sobre um possível apoio para Joel Rodrigues. Mas também não confirmou seguir com Wellington Dias.

“Ainda vou decidir, vou consultar novamente”, disse o deputado. 

CIRO E SÍLVIO COMEMORAM 

Ciro Nogueira destacou a importância das adesões.  Para ele, as adesões representam o auge desta campanha. O ministro também  garantiu que, pelas contas do grupo da oposição, Sílvio Mendes ganhará a eleição com pelo menos 400 mil votos. 

“Nas pesquisas, sabemos que vamos ganhar a eleição com 400 mil votos no Piauí e Teresina cada vez mais incorporando esse sentimento de mudança. As lideranças querem ficar do lado do povo, querem participar da mudança do estado”, frisou. 

Sílvio Mendes também falou a adesões e destacou que mesmo que tenham pensamentos divergentes, comungam de um mesmo projeto político. 

"O que a oposição promete, a gente faz, porque não enganamos e nem mentimos. A gente pensa diferente, mas quer a mesma coisa. Na realidade, não na véspera da eleição. Foi o que fizemos no Piauí e é que faremos no Piauí se a população assim quiser", frisou. 

Flash Paula Sampaio
[email protected]  

Imprimir