Cidadeverde.com
Esporte

Pênalti contra o Monaco sela paz entre Neymar e Mbappé, diz jornal

Imprimir

A desavença entre Neymar e Mbappé a respeito de quem seria o batedor oficial de pênaltis do Paris Saint-Germain parece ter ficado no passado.

Em empate com o Monaco, neste domingo (28), pelo Campeonato Francês, o camisa 10, de acordo com a imprensa francesa, recebeu "a benção" do francês para converter a penalidade e assegurar o 1 a 1.

Neymar sofreu o pênalti marcado com auxílio do VAR- aos 25 minutos do segundo tempo. Segundo relata o jornal francês "Le Parisien", Mbappé se aproximou do brasileiro logo após a confirmação da penalidade e fez um gesto amigável de "vá em frente".

Neymar, então, se preparou para a cobrança e, após convertê-la, foi abraçar o camisa 7, mostrando que as desavenças das últimas semanas foram superadas.

Em entrevista à Amazon Prime logo após o jogo, o técnico Christophe Galtier reforçou que Mbappé é o batedor oficial do clube francês nesta temporada e confirmou que o francês cedeu a penalidade ao companheiro de time.

"A hierarquia era Kylian 1 e Ney 2. Vi que eles trocaram e que Ney tomou a decisão de bater depois de falar com Kylian. Vi que Kylian foi parabenizar Ney com muito prazer. É assim que deve ser. O mais importante que Ney bateu e marcou e que Kylian veio parabenizar Ney", avaliou o comandante.

Se a boa notícia desta rodada foi a reconciliação de Neymar e Mbappé, o mesmo não pode ser dito sobre as consequências do empate para o PSG.

Além de perder o 100% de aproveitamento no Francês, o clube agora tem a mesma pontuação de Olympique de Marselha e Lens, segundo e terceiro colocados, respectivamente.

Fonte: UOL-FOLHAPRESS

Imprimir