Cidadeverde.com
Política

"Sou o cajado que vai dar a paulada na cabeça da serpente", diz Diego Melo

Imprimir

O ex-candidato a governador Diego Melo, poucas horas após anunciar sua desistência em disputar o Palácio de Karnak, revelou que não quer ser o responsável por levar a eleição no Piauí para o 2º turno. Com o pleito polarizado entre SIlvio Mendes (União Brasil) e Rafael Fonteles (PT), Diego Melo acredita ser o fiel da balança para ajudar a encerrar o pleito no próximo domingo.

"Eu não poderia ser o responsável por levar essa eleição para o 2º turno. Temos uma eleição polarizada e eu hoje estou sendo o fiel da balança para derrotar o PT no Piauí. Com a minha renúncia, eu sou o cajado que vai dar a paulada na cabeça da serpente das trevas no Piauí. É hora de afastar esta serpente que levou esse estado a um abismo", disse em entrevista à TV Cidade Verde.

O ex-candidato disse que tomou a decisão após ouvir o partido e lideranças e garantiu que permanece na defesa do presidente Jair Bolsonaro no Piauí, mesmo ele tendo declarado apoio a Sílvio Mendes.

"Nós defendemos o presidente Bolsonaro desde sempre. Sou o representante legítimo dele aqui no Piauí. Ao longo da caminhada pela libertação ouvimos o povo do Piauí nessa reta final. Muitos me cobravam", declarou.

Diego Melo anunciou a desistência no final da manhã em entrevista coletiva. A partir de agora, o PL passar a apoiar formalmente Sílvio Mendes.

Foto: Renado Andrade

Hérlon Moraes
[email protected]

Tags: Diego Melo
Imprimir