Cidadeverde.com
Esporte

Boxeador morre dias após sofrer derrota por nocaute em disputa de título

Imprimir

O peso meio-médio júnior Luis Quiñones, de 25 anos, morreu na noite desta quinta-feira (29) depois de passar cinco dias em coma. O jovem foi levado para o hospital no dia 24 de setembro, quando foi nocauteado por José Muñoz, na Colômbia, na luta que valia o título nacional.

O incidente aconteceu com menos de um minuto restante na oitava e última rodada. Quiñones passou por uma cirurgia de coágulo no cérebro algumas horas depois de chegar ao hospital.

"Agora você está no colo de seu pai celestial, a quem você adorou e serviu, eu te amo meu irmão Luis Quiñones, para todo o sempre em nossos corações", escreveu seu irmão Leonardo no Facebook.

Quiñones entrou para a luta invicto com um retrospecto de 10-0. Ele era uma perspectiva talentosa e bem conhecida no mundo do boxe latino-americano.

Muñoz (9-0), que também entrou invicto, conheceu Quiñones à medida que suas carreiras se desenvolveram. Ele lhe escreveu uma carta depois que ele foi hospitalizado. A carta se tornou pública após a morte de Luis.

"Nunca pensei que um sonho pudesse se transformar em um pesadelo real. O desejo de ter sucesso na vida nos colocou no mesmo caminho, mas por causa dessas coisas da vida e principalmente da profissão que escolhemos, hoje você está em uma situação que nunca imaginamos", escreveu.

Fonte: UOL/FOLHAPRESS

Imprimir