Cidadeverde.com
Picos

“As pessoas acreditaram na minha palavra”, diz Thales Coelho sobre vitória nas eleições de 2022

Imprimir

Foto: Ascom

O candidato eleito para o cargo de deputado estadual, Thales Coelho Pimentel (Progressistas), comentou em vídeo publicado na sua rede social sobre o resultado vitorioso nas eleições de 2022. Obtendo 57.761 votos em todo o Piauí, Thales ocupa o terceiro lugar entre os mais votados no Estado para ocupar uma vaga na Assembleia Legislativa do Piauí (Alepi).

Thales Coelho que é ex-prefeito de Paquetá do Piauí havia abdicado do mandato municipal para concorrer, pela primeira vez, a disputa à nível de Estado. Comparado a ‘foguete de votos’, o candidato recebeu uma votação expressiva, alcançando o melhor resultado do Progressistas.

A campanha

Durante a pré-campanha e campanha, Thales Coelho percorreu 180 cidades buscando apoio político para sua candidatura. O candidato eleito ressaltou que a coragem e o compromisso foram características que lhe fizeram ir em frente.

“O Dr. Thales é um doido, é um doido, vai largar a Prefeitura e vai perder as eleições. Eu sabia que era difícil, mas quem tem coragem ele vence, quem tem compromisso, ele recebe a retribuição. Eu andei em mais de 180 cidades do Estado do Piauí, fui procurar muitos amigos de infância, muitos amigos. Andei de norte a Sul, andei em toda cidade”, disse o candidato.

Votação expressiva

Disputando pela primeira vez uma vaga na Alepi, a votação recebida pelo candidato foi expressiva, desbancando parlamentares com histórico de vários mandatos.

Thales Coelho recebeu 57.761 votos em todo o Piauí, destes 5.542 votos foram conquistados no município de Picos, sendo o quarto mais bem votado na ‘Capital do Mel’. Além disso, o candidato recebeu votação em 200 cidades do Piauí.

“Paquetá eu sabia que iria me dar uma maioria muita, mas eu precisava de mais. Pedi voto e as pessoas acreditavam na minha palavra, acreditavam porque desde criança eu tenho esse compromisso de falar a verdade e cumprir a minha palavra. O povo do Piauí, o povo de cada cidade sabe da minha palavra, do meu compromisso. Os prefeitos que votaram em mim sabem do meu compromisso, os líderes políticos sabem do meu compromisso. Eu fui votado em mais de 200 cidades do Piauí, não tenho padrinho político, meu pai não é político, fomos contra um governo, muitos deputados, era difícil, mas eu tenho coragem, garra, eu fui em frente e consegui o primeiro lugar do Partido Progressistas no Piauí, fui o terceiro do Piauí”, comentou Thales Coelho.

Restam mágoas?

Em seu discurso na rede social gravado enquanto o candidato comemorava o resultado junto aos eleitores de Paquetá do Piauí, Thales fez menção à sua votação que ainda foi de ajuda para ‘puxar’ mais nomes pela legenda partidária, como o de Aldo Gil (Progressistas) que também logrou êxito no pleito.

Na fala, Thales destaca que aqueles que não conseguiram se eleger pela sua própria votação foram favorecidos e que o mal se paga com o bem, sinalizando que não restam mágoas.

"Foram quase 60 mil votos não é pra qualquer um, tem que ter coragem. Dr Thales conseguiu 60 mil votos, conseguiu eleger ele e ainda puxar outros que não atingiram a sua votação, porque o mal a gente paga o bem”, enfatizou.

Nas eleições municipais de 2020, Thales rumou junto com o grupo político liderado pelo prefeito de Picos, Gil Paraibano (pai de Aldo Gil), sendo um dos responsáveis pela articulação na campanha. No entanto, as eleições gerais de 2022 ambos caminharam individualmente.

Imprimir