Cidadeverde.com
Geral

Após promoção, salário de professores chega a R$ 7 mil; veja tabela

Imprimir

Ampliada às 13h40

A governadora Regina Sousa (PT) assinou nesta sexta-feira (07) a promoção de  975 professores da rede estadual de Educação, elevando o vencimento de  alguns servidores para mais de R$ 7 mil. Com a ação, o Governo do Estado zerou as solicitações feitas, até o momento, pela categoria à Secretaria Estadual de Educação (Seduc). 

A implantação dos benefícios representará um impacto financeiro de R$ 342.896,18. A assinatura será publicada no Diário Oficial desta sexta-feira (07), com efeito imediato. 

A promoção será vertical, sendo dada a cada nova titulação, academia, partido da inicial, especialização, mestrado e doutorados.

“Eu decidi que iria zerar. Me trouxeram o primeiro decreto com mais de 800 pessoas e eu perguntei se tinha mais. Eu disse que queria fazer todos. Estamos fazendo a promoção tanto de classe, quanto de nível […] Estou me sentido com o dever cumprido nessa parte. Não pude fazer tudo o que gostaria da reivindicação dos professores, porque não pude mesmo. Mas, se eu tivesse condições, ninguém duvida, eu teria feito o máximo”, afirmou a governadora, que também é professora. 

O secretário de Educação, Ellen Gera, informou que incremento no salário já valerá para a folha de pagamento do próximo mês. 

Segundo o gestor, dentre os professores beneficiados há casos excepcionais, onde o servidor estava como licenciado e recebeu a promoção para superior com doutorado, saltando de um salário na casa dos R$ 4 mil para mais de R$ 6 mil ou R$ 7 mil. 

“Eu reforço que a importância está em reconhecer a busca do professor e da professora em aumentar a sua titularidade. Quando saio de especialista para mestre ou doutor, estou evoluindo para melhorar meu serviço. Buscando, a gente reconhece”, disse. 

Publicada às 9h50

A governadora Regina Sousa (PT) vai assinar a promoção de 975 professores da rede estadual de educação nesta sexta-feira (7), em solenidade que será realizada no Palácio de Karnak, em Teresina.

Foto: Renato Andrade/Cidadeverde.com

Com a promoção dos professores da Secretaria de Estado da Educação, está previsto um impacto financeiro no valor de R$ 342.896,18 mil nas contas do governo.

Serão beneficiados com a progressão vertical, os professores da rede estadual que receberam uma nova titulação acadêmica, contemplando quem concluiu uma especialização, mestrado ou doutorado.

O secretário de Estado da Educação, Ellen Gera, afirmou que existe um cronograma de progressões para os profissionais da Educação e que isso garante que os alunos possam ter professores cada vez mais capacitados.

“Estamos sempre trabalhando para garantir que os nossos professores tenham seus direitos garantidos. Essa mudança de classe para 975 profissionais beneficia não só os professores, mas também nossos alunos, que terão mestres muito mais qualificados no chão da escola”, disse Ellen Gera.

No dia 22 de agosto deste ano, foi publicada no Diário Oficial do Piauí, uma portaria do Governo do Piauí realizando a progressão horizontal de 270 professores do ensino fundamental e médio. No caso da progressão horizontal, acontece um aumento salarial, sem que incorra na mudança de nível hierárquico, como é na progressão vertical.

 

Bárbara Rodrigues e Paula Sampaio
[email protected]

Imprimir