Cidadeverde.com
Geral

Promotoria vai investigar professora suspeita de fazer saudação nazista no PR

Imprimir

Foto: Reprodução 

O Ministério Público Estadual do Paraná disse, nesta terça-feira (11), que irá instaurar procedimento investigatório criminal para analisar as imagens de uma professora de redação durante aula em um colégio particular de Ponta Grossa. Ela foi filmada fazendo um gesto semelhante à saudação nazista.

Instantes antes de erguer o braço em direção ao horizonte, a mulher havia prestado continência. É possível ouvir um hino, não identificado, ao fundo. No momento do ato, a docente usava uma bandeira do Brasil presa ao corpo.

O fato será apurado pela 8ª Promotoria de Justiça de Ponta e pela 15ª Promotoria de Justiça, que tem atribuição na área da educação. Em razão da presença de adolescentes, foi imposto sigilo no caso.

O advogado da docente, Alexandre Jorge, negou que sua cliente tenha feito uma saudação nazista. "O posicionamento dela é que não existiu qualquer gesto típico de saudação nazista. Foi no momento de descontração, no encerramento da aula, que, se for se considerar gesto típico de alguma natureza, seria saudação à bandeira e à pátria", escreveu Alexandre Jorge.

Depois da repercussão do caso, o Colégio Sagrada Família, onde ela leciona há duas décadas, repudiou o ato e decidiu demitir a professora. Segundo a escola, a ação foi descuidada, imprudente e um grande erro.

A Confederação Israelita do Brasil (Conib) e a Federação Israelita do Paraná (Feip) também manifestaram repúdio à conduta da professora.

 

Fonte: Folhapress (Mauren Luc) 

Imprimir