Cidadeverde.com
Entretenimento

Justiça manda empresa indenizar fã que não conheceu Marília Mendonça

Imprimir

Foto: Will Dias/AgNews

A Justiça de São Paulo condenou a Expo Águas de Sumaré, no interior de São Paulo, a pagar indenização de R$ 15 mil por danos morais a um fã que perdeu a oportunidade de conhecer a cantora Marília Mendonça (1996-2021).

Em 2018, Caíque Costa foi sorteado em uma promoção feita pela empresa de eventos para conhecer a cantora no camarim de um rodeio organizado pela empresa de eventos.

No processo, ele disse que teve sua imagem utilizada na divulgação do evento, mas a empresa não conseguiu realizar seu sonho de conhecer a artista. Segundo ele, a empresa deveria telefonar para combinar o encontro, mas não entrou em contato.

A empresa alegou que chamou os fãs pelo sistema de som do evento, mas Costa não compareceu. No entanto, a Justiça disse que cabia à organizadora do evento comprovar ter chamado o fã pelo sistema de som.

Costa venceu o processo contra a Expo Águas Sumaré em primeira instância. A empresa recorreu e foi derrotada novamente, mas da decisão ainda cabe recurso.

Marília Mendonça morreu aos 26 anos em um acidente aéreo, na serra em Piedade de Caratinga, a 309 quilômetros de Belo Horizonte. Ela foi uma das cinco vítimas que morreram na queda da aeronave.

 

Fonte: Folhapress

Imprimir