Cidadeverde.com
Política

Regina Sousa diz que governo pagará subsídio para gratuidades no transporte em Teresina

Imprimir

Foto: Renato Andrade/Cidadeverde.com


A governadora Regina Sousa (PT) afirmou nesta segunda-feira (17) que uma comissão formada pelos procuradores do estado e município vai se reunir amanhã (18) para tratar sobre a gratuidade do transporte coletivo no dia da eleição do segundo turno, em 30 de outubro.

Durante a reunião, os representantes do Palácio de Karnak e do Palácio da Cidade também vão discutir soluções para a crise no transporte coletivo da capital. 

Regina Sousa pontuou que o Governo do Piauí está pronto para assumir a sua parte no subsídio à gratuidade de estudantes e militares, mas acrescentou que para isso é preciso, inicialmente, garantir que os ônibus voltem a circular com regularidade em Teresina. Há mais de dois anos a capital enfrenta uma severa crise no serviço.
Para a governadora, a situação é considerada como “intolerável”. 

“Primeiro, a gente tem que garantir o transporte. Da outra vez a gente também queria a gratuidade, mas, não teve o ônibus. Tinha acertado já a gratuidade. Essa comissão é para garantir o transporte não só no dia 30, é para resolver o problema do transporte em Teresina. O estado está disposto a colaborar e entrar com sua parte”, disse. 

“Temos fazer um levantamento, planilha, levantar os número e resolver essa questão. Dois anos sem transporte é intolerável, a população já não aguenta mais”, acrescentou. 

Na última sexta (14), o Tribuna Regional Eleitoral (TRE-PI) convocou uma audiência entre a prefeitura e representantes de empresas do transporte. Mas, o encontro terminou sem um acordo entre as partes. 

Para a governadora, garantir o transporte coletivo para o eleitor chegar até à seção no dia 30 de outubro é o grande desafio dos governos neste segundo turno entre os candidatos Jair Bolsonaro (PL) e Lula (PT). 

“O grande desafio é o transporte. Já fomos ao TRE, eu tive uma reunião com o desembargador Erivan, apontamos um caminho. Primeiro, é preciso ter o transporte nas maiores cidades, estamos colocando o transporte escolar à disposição, para garantir que as pessoas possam ir às urnas. As prefeituras devem fazer a mesma coisa. Os procuradores do município e estado estão buscando uma saída”, disse. 

Regina Sousa explicou que o Governo Estado entra na linha de frente neste segundo turno, devido à um volume menos de outros meios de transporte cadastrados junto à Justiça Eleitoral para o transporte no dia da votação. 

“No primeiro turno era mais fácil, porque os parlamentares colocavam também transporte à disposição do Tribunal, agora, não. Já estão eleitos, saíram para descansar, embora bota parte esteja bastante envolvido na campanha. Mas, no transporte tem que ser um esforço mais governamental”, disse. 

Nesta manhã, a governadora participou de uma solenidade na r meio da Secretaria de Estado para Inclusão da Pessoa com Deficiência (Seid) para a entrega de equipamentos de informática para 20 entidades que atendem pessoas com deficiência no Piauí. 

 

Flash Paula Sampaio
[email protected] 

Imprimir