Cidadeverde.com
Política

Dr. Pessoa sanciona PDOT com autorização para construção de novos prédios em Teresina

Imprimir

Foto: Renato Andrade/ Cidade Verde

O prefeito de Teresina sancionou um novo Plano Diretor de Teresina (PDOT) na manhã desta terça-feira (18). Entre as principais alterações feitas está a mudança em mecanismos que passam a dar permissão para a construção de prédios e condomínios populares, por meio de programas habitacionais, em diversas áreas de Teresina.

Dos locais de destaque que vão voltar aos olhos do mercado da construção civil, está uma área que compreende do Shopping Teresina, na zona Leste, até a sede do Tribunal de Justiça.

O presidente do Sindicato da Indústria de Construção Civil Teresina (Sinduscon), Guilherme Fortes, elencou que o retorno da verticalização em Teresina valerá para terrenos que compreendem todas as zonas da cidade. 

“Na zona Leste, naquela região de Todos os Santos, que não se podia construir, voltou a poder. Na zona Norte, que não poderia voltar a construir, pois os lotes tinham que ser muito grandes, de 360 metros quadrados, agora, vão poder ser de 180 metros quadrados. Aquela região do Teresina Shopping até o Tribunal de Justiça, você vai poder voltar a verticalizar. Além do Centro e na zona Sul, ao lado da Ambev e todos aqueles loteamentos”,destacou outros locais que também passam a ter a permissão para serem verticalizados", elencou.

Foto: Renato Andrade/ Cidade Verde

Guilherme Fortes ainda que pontuou esperar que as mudanças no PDTO, além de benefícios para a economia e para o setor privado, também tenham um impacto social na cidade. Segundo a lei sancionada pelo prefeito, ficará permitida a construção de casas de até 60 metros quadrados em condomínios. 

Segundo o presidente do Sinduscon, a medida traz condições para que Teresina possa receber programas habitacionais para a construção de condomínios populares, voltados para a moradores de média e baixa renda. 

“Hoje você pode ter um apartamento de 40 metros quadrados, mas, não poderia ter uma casa de 60 metros quadrados em um condomínio. Isso é incoerente. Esta foi uma mudança muito mais social e o setor da construção civil volta a atuar. Tem dois anos que o setor voltou a atuar somente para o público de médio e alto padrão, o de baixo padrão não conseguia edifica. Essa mudança abriu oportunidade para qualquer programa habitacional voltar para Teresina”, afirmou. 

Outra mudança feita foi o desmembraram do Código de Zoneamento, Parcelamento e Uso do Solo Urbano do Município de Teresina que, agora, passa a ser uma lei complementar. 

O prefeito de Teresina, Dr. Pessoa (Republicanos) pontuou que as alterações no PDOT visaram a desburocratização de atividades de construção e acrescentou ver no setor de construção civil um parceiro. 

“Vai desburocratizar a administração pública de Teresina. A nossa equipe conduzida pelo ministro João Henrique, Andre Loples olha para frente e nunca para trás. Olhar para frente para vermos quem podemos ajudar. A construção civil é um parceiro do desenvolvimento, emprego e renda e traz recursos, pois é quem paga impostos”, pontuou. 

O PDOT é instrumento do planejamento municipal e estabelece as diretrizes e instrumentos para execução dos demais planos, programas e ações dos setores público e privado.

 

Paula Sampaio
[email protected]

Imprimir