Cidadeverde.com
Últimas

Neta é suspeita de matar a avó e colocar corpo em caixa de presente

Imprimir

Foto: DHPP

Uma adolescente de 17 anos foi apreendida suspeita de participação na morte da própria avó identificada como Maria Antônia de Sousa, 62 anos, no residencial Leonel Brizola, na zona Norte de Teresina.  A forma escolhida para ocultação do cadáver chama a atenção. O corpo da idosa foi colocado em uma caixa de presente e deixado em um matagal no loteamento Conviver, situado da mesma região. 

O crime ocorreu em fevereiro do ano passado, mas só agora a Polícia Civil do Piauí conseguiu reunir provas suficientes que apontam o envolvimento da neta e do namorado dela que foi preso.  

Na época, inclusive, familiares registraram boletim de ocorrência pelo desaparecimento da idosa. As suspeitas contra a neta foram levantadas após a descoberta de manchas de sangue no quarto e no colchão da vítima que, possivelmente, foi assassinada enquanto dormia. 

"Ela teria sido lesionada com um instrumento pérfuro-contundente. Não podemos precisar o objeto, a gente fala que foi um instrumento contundente, justamente, porque as lesões dela foram contusas e houve também perfuração", disse a delegada Nathália Figueiredo, titular Núcleo de Feminicídio do DHPP. 

Os dois foram conduzidos ao  Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), nesta terça-feira (18). A adolescente foi apreendida e está na condição de internação provisória. Ela estava sumida desde que o corpo da idosa foi localizado.  Já o namorado dela, que é maior de idade, foi preso em cumprimento a mandado de prisão temporária. Eles negam envolvimento no caso.

O inquérito policial sobre o assassinato da idosa é bastante robusto, com mais de 300 páginas, e foi instaurado pela delegada Nayana Paz, ex-titular do Núcleo de Feminicídio e atualmente promotora de justiça, que já indicava para autoria do crime. O DHPP segue na investigação.


Graciane Aráujo
[email protected]
Com informações Tiago Melo (TV Cidade Verde)

Imprimir