Cidadeverde.com
Política

“Se dividir direitinho todo mundo tem um lugar”, diz Themístocles sobre governo

Imprimir

Se depender do vice-governador eleito Themístocles Filho (MDB), a composição do governo Rafael Fonteles será tranquila entre os aliados. Segundo Themístocles, que deixa a Assembleia Legislativa do Piauí (Alepi) no dia 30 de dezembro, o governador eleito sabe quem o ajudou a vencer a eleição.

“O Rafael sabe de todos os partidos, cada um ajudou, não precisa ninguém ficar dizendo para o Rafael, pois ele é conhecedor profundo de quem participou efetivamente da sua eleição”, disse Themístocles em entrevista à TV Cidade Verde.

De acordo com o deputado, a experiência de Rafael com os números vai ajudar na hora de discutir quem participará do governo.

“Se dividir direitinho todo mundo tem um lugar. O Rafael vai fazer isso com muita tranquilidade. Ele é matemático”, declarou, ressaltando que composição do governo só será tratado após a eleição de domingo.

“Para o Rafael, no meu entender, ele deve ter cautela e esperar que as urnas confirmem que Lula será o presidente do nosso país. A partir de segunda-feira, aí não, acho que vai mudar muita coisa. O Rafael já vai poder falar com mais tranquilidade”, afirmou.

Lula eleito com maioria de 4 milhões de votos

Themístocles também está otimista em relação ao 2º turno da eleição presidencial. Nas contas do parlamentar, Lula vence com uma vantagem que supera os 4 milhões de votos.

“Eu acredito que o Lula vai vencer as eleições com mais de 4 milhões de votos. Ele venceu no 1º turno com 6,1 milhões de votos na frente do 2º colocado”, disse, destacando que, para o Piauí, uma vitória de Bolsonaro seria prejudicial ao estado.

“É ruim, ninguém pode negar. Lula sendo presidente será muito mais fácil para o Rafael. O adversário se elegendo será mais difícil para Rafael, não é impossível, mas é mais difícil”, finalizou.

Hérlon Moraes
[email protected]

Imprimir