Cidadeverde.com
Vida Saudável

Escovação correta evita mau hálito e formação de placas nos dentes

Imprimir

 

Foto: Freepik

 

Mesmo aparentando ser algo simples, escovar os dentes é uma tarefa que requer técnicas para uma efetiva higiene oral. Pense que você acorda pela manhã e toma café. Mais tarde, almoça, lancha e janta. Todas essas refeições geram resíduos na boca, ambiente perfeito para bactérias e outros microrganismos que se acumulam na cavidade bucal e na superfície dos dentes, formando o biofilme dentário.

Na semana do Dia Nacional da Saúde Bucal, o Ministério da Saúde alerta que esse biofilme é uma crosta amarelada instalada na superfície do dente, nutrido por resíduos de alimentos, principalmente aqueles ricos em açúcar. Caso não seja feita a higienização bucal por meio da escovação, esse biofilme vai se ampliando.

A higienização deve ser executada removendo o biofilme dentário com escova de dentes, fio dental e pasta de dente com flúor. Além dos dentes, a língua também deve ser higienizada, fazendo movimentos de dentro para fora com as cerdas da escova. É importante também reduzir o consumo de alimentos açucarados e ultraprocessados. 

O céu da boca, as bochechas e o fundo da boca não precisam ser escovados, pois o próprio organismo humano já realiza uma autolimpeza nessas regiões, evitando o acúmulo de alimentos e a formação de camadas de microrganismos em sua superfície.

A escova de dente deve ser de uso pessoal e intransferível, sendo recomendado trocá-la sempre que tiver cerdas esgarçadas. Para as crianças e os adolescentes, a escova deve ter cabeça pequena com cerdas macias, adequadas à idade. Para adolescentes ou adultos jovens, com uma arcada maior, indica-se uma escova de dentes com tamanho apropriado à idade.

O fio dental é outro grande aliado da saúde da boca, já que a escova não alcança todas as superfícies. O higienizador deve ser passado entre todos os dentes, guiando-o em torno do desenho do dente para retirar os restos de alimentos. Aplique o fio dental de maneira leve para evitar cortes na gengiva. Use uma nova parte do fio em cada dente, para evitar levar resíduos de um local da boca para outro.


Dicas para um hálito agradável

A má higienização bucal pode causar doenças, mau hálito e favorecer o surgimento de cáries. Além de visitar o dentista regularmente, o Ministério da Saúde recomenda o consumo de ao menos dois litros de água por dia. Também recomenda os seguintes cuidados:

Evitar o excesso de comidas gordurosas, café, frituras;
Incluir alimentos fibrosos nas refeições;
Evitar ou reduzir o uso de cigarros;
Realizar bochechos com produtos anti-sépticos;
Realizar uma alimentação adequada e saudável;
Realizar a higiene bucal corretamente.

 

Fonte: Ministério da Saúde

Imprimir