Cidadeverde.com
Política

Bruno Vilarinho diz que não permanecerá no Mais Brasil após fusão

Imprimir

O vereador Bruno Vilarinho não permanecerá filiado ao Mais  Brasil, nova sigla partidária resultado da fusão entre PTB e Patriotas. A informação foi confirmada pelo próprio parlamentar nesta segunda-feira (31). Bruno Vilarinho projeta ficar sem partido até que se aproximem as eleições municipais de 2024. 

“O vereador manteve uma decisão contrária a do partido, caminhei junto do governador Rafael Fonteles, do presidenciável Lula. Com essa fusão, vou ter a oportunidade poder decidir e decidi que não vou ficar na fusão, vou ficar sem partido. Vou aguardar o momento certo decidir o partido que vou disputar as eleições de 2024”, pontuou. 

O parlamentar já vinha seguindo caminhos diferentes do PTB, desde início da eleição. O partido alinhou-se com o candidato derrotado, o presidente Jair Bolsonaro (PL). O vereador, no entanto, apoiou o candidato eleito Lula e o governador eleito Lula (PT). 

Bruno Vilarinho é próximo do deputado estadual Pablo Santos (MDB), cujo opinião pesará para a escolha do futuro partidário do parlamentar. 

Até o momento, conforme apurado pela reportagem, ele já recebeu convites de partidos como PSD, PDT e Republicanos. 

BANCADA ESVAZIADA 

Ainda na bancada do Mais Brasil na Câmara está a vereadora Thanandra Sarapatinhas (Patriotas), que também vinha manifestando descontentamento com o partido. 

Com a fusão entre PTB e Patriotas os vereadores podem deixar o Mais Brasil fora da janela partidária e sem perder o mandato. 

 

 

 

Paula Sampaio 
[email protected]

Imprimir