Cidadeverde.com
Últimas

Acusado de matar vendedor em briga na Ceasa vai a Júri Popular

Imprimir

Foto: Arquivo/Cidadeverde

A 1ª Vara do Tribunal do Júri, com o comando do juiz Antônio Reis de Jesus Nollêto, vai julgar no dia 16 de novembro Francisco das Chagas Silva Barbosa pelo assassinato de Tessalony Sousa Almeida após uma briga entre os vendedores no antigo Centro de Abastecimento do Piauí (CEAPI), onde hoje funciona a Ceasa, no ano de 2011.

Segundo a denúncia do Ministério Público, no dia 13 de junho de 2011, acusado e vítima estavam no Ceapi, vendendo suas mercadorias, quando iniciaram uma discussão porque, supostamente, o acusado teria furtado da vítima uma caixa de batata-doce. 

Após o fim da discussão, eles foram para um caminhão onde iriam embora juntos, mas discutiram novamente, para saber qual deles sentaria ao lado da janela do veículo. Em razão disso, travaram luta corporal, e o acusado atingiu a vítima com uma faca, que não resistiu aos ferimentos e morreu no local.

Em sua defesa Francisco das Chagas disse que agiu em legítima defesa, e alegou que a vítima teria usado drogas e feito xingamentos, com acusações sobre o furto de uma mercadoria. Disse ainda que quando discutiram, o diretor da Ceapi suspendeu eles por 8 dias. Segundo o acusado, quando eles foram para o caminhão, Tessalony teria dito que iria matá-lo, e o ameaçou com uma faca, durante a briga ele tomou a faca da vítima e aplicou um golpe.

Uma testemunha que estava no veículo afirmou apenas que viu os dois discutindo, e quando desceu do veículo para separar a briga, Tessalony já tinha sido esfaqueado.

O acusado foi pronunciado para ser julgado pelo Tribunal do Júri no dia 11 de outubro de 2018. Ele recorreu da decisão, mas foi negado em 2020, e agora o julgamento será realizado no dia 16 de novembro.

Bárbara Rodrigues
[email protected]

Imprimir