Cidadeverde.com
Cidades

Sesapi finaliza 2022 com 12 mil cirurgias de catarata no Piauí

Imprimir

A Secretaria de Estado da Saúde (Sesapi), através da Diretoria de Unidade de Descentralização e Organização Hospitalar (DUDOH) vai encerrar o ano de 2022 realizando 12 mil cirurgias de catarata feitas através de mutirão. Até agora, já foram realizadas 10 mil cirurgias e o projeto será concluído neste mês de novembro com mutirões nas regiões de Demerval Lobão, Água Branca, Floriano, Oeiras e Valença. 
Nesta quarta-feira(02) até dia 06 de novembro, será realizada a triagem na região de Demerval Lobão, que atenderá pacientes de 16 municípios. No período de 10 a 13 de novembro, serão realizadas 1.015 cirurgias.   Na região de Água Branca, a triagem acontece nos dias 07 e 08 de novembro, atendendo pacientes de 14 municípios. Serão realizadas 485 cirurgias nos dias 15 e 16 de novembro.

No período de 09 a 12 de novembro, acontece a triagem de pacientes na região de Floriano, que engloba 19 cidades. Serão realizadas 781 cirurgias no período de 18 a 21 de novembro. Nos dias 14 e 15 de novembro, a triagem acontece na região de Oeiras, que atenderá 14 cidades. Serão realizadas 562 cirurgias no período de 23 a 25 de novembro. 

A triagem com os pacientes das 14 cidades da região de Valença do Piauí acontece no período de 16 a 18 de novembro. Serão realizadas 669 cirurgias no período de 27 a 29 de novembro. Já foram realizados mutirões de catarata nas regiões de Piripiri, Esperantina, Luzilândia, Cocal, Parnaíba, Barras, Picos, Corrente, Bom Jesus, Uruçuí, São Raimundo Nonato, São João do Piauí, Canto do Buriti e Campo Maior.

De acordo com a Diretora da Unidade de Descentralização e Organização Hospitalar da Sesapi, Joselma Oliveira, para ter acesso às cirurgias é preciso se dirigir às Secretarias Municipais de Saúde e se inscrever para a triagem que é feita através de consulta. “Estamos levando a todos os municípios do Piauí as cirurgias que dão qualidade de vida aos idosos e, feitas por uma equipe competente de profissionais”, diz.

O Secretário de Estado da Saúde, Neris Júnior, se diz satisfeito com o trabalho que tem sido realizado. “Vamos encerrar o ano concluindo o projeto com vários mutirões, beneficiando a população piauiense. Importante lembrar que a catarata é uma das principais causas de cegueira que se não for tratada pode provocar quedas e fraturas  nestes idosos. Nosso objetivo é protegê-los e dar qualidade de vida para eles”, afirma o gestor.

Da Redação

Imprimir