Cidadeverde.com
Últimas

Polícia tenta capturar suspeito de matar namorada de 17 anos em Luzilândia

Imprimir

Foto: Reprodução redes sociais

Atualizada às 9h40

As Polícias Militar e Civil seguem em diligências em buscas de um homem identificado como Marcos, de 32 anos, que é suspeito de assassinar a namorada Eduarda Moraes, de 17 anos, no município de Luzilândia, a 234 km de Teresina, na tarde de terça-feira (15).

A Polícia Civil chegou a divulgar nas redes sociais o número (85) 99921-3298 para quem deseja passar qualquer informação sobre a localização do suspeito.

O crime teria ocorrido na residência da vítima, porque Marcos não aceitava o fim do relacionamento.

“Ele estava trabalhando em Brasília e retornou há alguns dias para Luzilândia, mas parece que a jovem queria terminar com ele, e o suspeito não estava aceitando isso. Teria ocorrido uma discussão por volta das 14h30 de ontem, e ele realizou o disparo de arma de fogo. Depois ele fugiu e desde então estamos realizando diligências, inclusive ele tinha uma passagem de ônibus de volta para Brasília na data de ontem, o que nos faz pensar que ele pode ter premeditado. Ele fugiu e ainda estamos diligências, acreditamos que ainda pode estar na região”, disse o capitão Batista.

Foto: arquivo pessoal 

Matéria original

Uma adolescente de 17 anos foi assassinada na casa da mãe na localidade Capim Grosso, município de Luzilândia (a 234 km de Teresina).

Segundo o capitão Miguel Batista, comandante da PM na cidade, o crime tem características de feminicídio e teria sido cometido pelo namorado da vítima que não aceitava o fim do relacionamento. 

O crime ocorreu na tarde desta terça-feira (15). A adolescente foi alvejada e morta com um tiro na altura do peito. 

"Diligências sendo  realizadas para prender o suspeito. Foi repassado para a PM que ele estava viajando para Brasília, chegou recentemente e foi direto para a casa da mãe  da vítima. O feminicídio teria ocorrido porque ele não aceitou o fim do relacionamento", informou o capitão Batista.

A PM segue em diligências para prender o suspeito que tem 32 anos.

 

 

 

Graciane Araújo e Bárbara Rodrigues
[email protected]

Imprimir